Meteorologia

  • 15 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 26º

BCE diz estar atento a mercados franceses depois de turbulência

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse hoje que o organismo está atento à evolução dos mercados financeiros, depois de o seu colega, Philip Lane, ter afirmado que não está preocupado com a turbulência francesa.

BCE diz estar atento a mercados franceses depois de turbulência
Notícias ao Minuto

17:45 - 17/06/24 por Lusa

Economia BCE

Lagarde e Lane foram confrontados com perguntas, depois de uma semana com maior turbulência nos mercados franceses e que retirou cerca de 240 mil milhões de euros em capitalização bolsista e que fez com que os juros da dívida francesa aumentassem mais que as comparáveis alemãs.

"A estabilidade dos preços é paralela à estabilidade financeira", disse Lagarde aos jornalistas na segunda-feira, enquanto visitava um centro de investigação de computação quântica em Massy, a sudoeste de Paris.

"Estamos atentos ao bom funcionamento dos mercados financeiros e penso que hoje, de qualquer forma, continuamos a estar natentos, mas apenas isso", afirmou, citada pela Bloomberg.

Os mercados franceses apresentam alguns sinais de estabilização, depois de a líder da extrema-direita, Marine Le Pen, se ter comprometido a trabalhar com o chefe de Estado, Emmanuel Macron, caso esta vença as próximas eleições.

As eleições legislativas em França estão marcadas para 30 de junho e 07 de julho, já que o sistema eleitoral prevê a realização de duas voltas, na sequência da decisão do Presidente francês de dissolver o Parlamento com a vitória destacada do RN nas eleições europeias.

Nas eleições europeias de dia 09 de junho, a lista encabeçada por Jordan Bardella obteve a vitória, com 31,37% dos votos, mais do dobro dos votos obtidos pelo partido de Macron (14,6%).

Em terceiro lugar ficou o Partido Socialista (PS) com 13,83%, seguido da França Insubmissa (LFI, 9,89%), LR (7,25%), Os Verdes (5,50%) e o Reconquista com 5,47%.

Também citado pela Bloomberg, o economista-chefe do BCE Philip Lane mostrou-se hoje otimista em relação à turbulência da semana passada.

"O que estamos a ver nos mercados é, obviamente, uma reavaliação", afirmou.

Lane defendeu, ainda, que não devem ser aplicadas medidas injustificadas que "constituam uma série ameaça à transmissão de política monetária".

O vice-presidente do BCE, Luis de Guindos apontou, numa conferência em Espanha, que os movimentos de preços têm sido "ordenados, sem um impacto extremo".

A título pessoal, o antigo ministro das Finanças espanhol mostrou-se preocupado com os recentes desenvolvimentos políticos.

"Estou preocupado com os movimentos iliberais que põem em causa o processo de integração europeia", afirmou, citado pela Bloomberg.

"Neste mundo de renacionalização, de regresso às questões internas, a única solução é estarmos mais unidos", defendeu.

Leia Também: BCE alerta bancos portugueses para riscos socioambientais dos empréstimos

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório