Meteorologia

  • 21 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 26º

Faturação da indústria do betão pronto sobe 31% em 2023

A faturação da indústria do betão pronto em Portugal aumentou 31% em 2023 face a 2022 e a produção cresceu 10%, para 770 milhões de euros e 7,3 milhões de metros cúbicos, respetivamente, avançou hoje a associação setorial.

Faturação da indústria do betão pronto sobe 31% em 2023
Notícias ao Minuto

11:33 - 23/05/24 por Patricia Dinis

Economia betão

De acordo com os resultados preliminares de 2023 da Estatística Setorial do Betão Pronto em Portugal, divulgada hoje pela Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto (APEB), estes números confirmam a "tendência de crescimento sustentado que se verifica desde 2013".

Do total do betão pronto produzido em 2023, a APEB estima que aproximadamente 65% tenham sido destinados à construção de edifícios residenciais e não residenciais e 17% para pavimentos, enquanto 13% terão sido empregues em infraestruturas como pontes, barragens, túneis e ferrovias.

Citado num comunicado, o diretor-geral da APEB destaca que estes números fornecem "uma visão valiosa sobre a indústria e constituem uma base sólida para análises e tomadas de decisão futuras".

"Só assim é possível que as empresas do setor de betão pronto em Portugal se mantenham competitivas, possam adaptar-se às mudanças do mercado e garantam o seu crescimento sustentável a longo prazo", afirma Jorge Reis, salientando que este crescimento traduz "o esforço e a resiliência das empresas do setor" e destacando "a significativa contribuição do setor do betão pronto para a economia".

Obtidos através das informações fornecidas pelos associados da APEB, os dados estatísticos agora divulgados evidenciam ainda um aumento de cerca de 10% no número de trabalhadores diretos e indiretos no setor, face ao período homologo, distribuídos por 230 centros de produção".

Criada em 1985, em Lisboa, a APEB representa as principais empresas de betão pronto de Portugal, atuando no desenvolvimento de normas e legislação significativa para o setor e dispondo de dois laboratórios acreditados em Lisboa, além de prestar serviços de formação profissional e de consultoria e de elaborar estudos estatísticos de apoio às empresas.

Leia Também: Valorsul lamenta falta de "acordo", mas vai "avançar com aumento de 3,5%"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório