Meteorologia

  • 23 JUNHO 2024
Tempo
30º
MIN 17º MÁX 30º

Desemprego. Beneficiários de prestações sobem 7,9% em abril para 189.417

O número de beneficiários de prestações de desemprego em abril aumentou 7,9% em abril, em termos homólogos, mas caiu 3,0% face a março, totalizando 189.417, segundo as estatísticas mensais publicadas pela Segurança Social.

Desemprego. Beneficiários de prestações sobem 7,9% em abril para 189.417
Notícias ao Minuto

14:35 - 22/05/24 por Lusa

Economia Segurança Social

Em relação ao mês anterior, houve, em abril, uma redução de 5.942 beneficiários, mas, face ao mesmo mês do ano passado, houve uma subida de 13.925 beneficiários, de acordo com os dados da SS.

As prestações de desemprego são maioritariamente requeridas por mulheres, correspondendo a 57,0% (107.991 beneficiárias).

Tendo em conta apenas o subsídio de desemprego, o número de beneficiários totalizou 148.650, uma redução de 2,98% em cadeia, mas um aumento de 11,51% em comparação com o mês homólogo.

O valor médio mensal do subsídio de desemprego em abril foi de 644 euros, mais três euros que em março e correspondendo a uma subida homóloga de 4,5%.

No caso do subsídio social de desemprego inicial, esta prestação foi processada a 9.484 beneficiários, menos 16,0% em cadeia, mas mais 9,2% que há um ano.

Já o subsídio social de desemprego subsequente abrangeu 21.908 beneficiários, uma diminuição de 1,3% em termos mensais e de 11,5% na comparação homóloga.

De acordo com os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), publicados na terça-feira, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu 1,9% em abril face a março, mas subiu 7,8% em termos homólogos, totalizando 318.331.

Leia Também: Casais com ambos elementos no desemprego sobem 9,3% em abril para 5.051

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório