Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 23º

Banco de Portugal realiza 150 ações de cooperação em 2023

O Banco de Portugal (BdP) realizou 150 ações de cooperação no ano passado, uma redução face ao recorde de 182 registado em 2022, segundo o Relatório Anual da Atividade de Cooperação hoje divulgado.

Banco de Portugal realiza 150 ações de cooperação em 2023
Notícias ao Minuto

15:54 - 24/04/24 por Lusa

Economia Banco de Portugal

A maioria das ações (112, o equivalente a 75%) foi realizada com países de língua portuguesa, seguindo-se países vizinhos da União Europeia (17), América Latina e Caraíbas sem Brasil (oito), África subsaariana sem países de língua portuguesa (oito) e Ásia e Pacífico sem Timor-Leste (cinco).

Apesar da redução do número de iniciativas, o regulador bancário aponta que o envolvimento do banco se saldou "em mais dias afetos à atividade de cooperação (1.591 em 2023, 1.221 no ano anterior) e no alargamento do conjunto de entidades parceiras".

Exatamente metade das ações de cooperação representou assistência técnica, tendo o BdP desenvolvido 23 cursos e seminários e 23 estágios e visitas de trabalho. Foram ainda organizadas 19 iniciativas de encontros e conferências e 10 de bolsas de estudo ou projetos.

Governação e suporte foi o tema mais abordado, com 60 das iniciativas a respeitarem a este tema, seguindo-se representação e relações internacionais (31), supervisão e estabilidade financeira (25), operações de mercado, sistemas de pagamentos e emissão de tesouraria (18) e análise económica e estatística (15).

A pandemia da covid-19 impulsionou a realização de iniciativas por via remota, mas esta tem voltado a perder terreno e em 2023 as iniciativas presenciais voltaram a representar mais de metade (53%) das realizadas pelo BdP. "O levantamento total das restrições às deslocações resultou numa maior procura por ações presenciais (...) e, por conseguinte, no aumento da duração média das ações", refere o relatório.

Mais de um terço (36%) das iniciativas teve contornos multilaterais, algo que o próprio regulador apontou que tem "vindo a assumir relevância".

Em termos bilaterais, os países de língua portuguesa em África foram os que contaram com mais iniciativas, destacando-se Cabo Verde (19), Moçambique (18), Angola (14) e São Tomé e Príncipe (11). Ainda em África, o BdP destaca as três iniciativas com a Tunísia.

Timor-Leste contou com seis ações, o Brasil quatro, a Ucrânia três e os restantes países 18.

As iniciativas de cooperação em 2023 envolveram 45 entidades parceiras, 25 departamentos estruturais, 1.223 participantes e 621 trabalhadores.

Leia Também: Ministra da Saúde aceita demissão do diretor-executivo do SNS

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório