Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 23º

Trabalhadores das grandes superfícies em greve a 1 de maio

Os trabalhadores das grandes superfícies, comércio, armazéns e serviços vão estar em greve em 01 de maio, Dia Internacional do Trabalhador, para exigir aumentos salariais e a dinamização da contratação coletiva, avançou hoje fonte sindical.

Trabalhadores das grandes superfícies em greve a 1 de maio
Notícias ao Minuto

18:51 - 23/04/24 por Lusa

Economia Sindicato STGSSP

O Sindicato dos Trabalhadores das Grandes Superfícies, Armazéns e Serviços de Portugal (STGSSP) avançou com um pré-aviso de greve que abrange os trabalhadores destes setores em todo o território nacional, das 00:00 às 24:00 do dia 01 de maio.

Segundo o sindicato, o pré-aviso de greve concretiza a exigência de "melhores salários e pensões, dignidade nos locais de trabalho" e possibilita que os trabalhadores não se apresentem ao serviço no feriado do Dia Internacional do Trabalhador "nas situações em que lhes seja imposta a prestação de trabalho".

Os trabalhadores reivindicam o aumento geral dos salários e pensões, a dinamização da contratação coletiva, a regulação dos horários de trabalho e a conciliação entre a vida profissional e familiar.

No pré-aviso, o STGSSP refere que, durante a greve, "serão observados os serviços necessários à segurança e manutenção do equipamento e das instalações, nos moldes usualmente assegurados pelos trabalhadores, e a exemplo do que sucede durante os períodos de encerramento diário e/ou semanal e desde que os mesmos não possam ser assegurados pelos trabalhadores" que não adiram à greve.

Leia Também: Pessoal não policial da PSP ameaça greve sem reunião com ministra

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório