Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 12º MÁX 21º

PSI em alta. Galp dispara 16,6% após revelar potencial na Namíbia

A bolsa de Lisboa negociava hoje em alta, impulsionada principalmente pelas ações da Galp, que se valorizavam 16,61% para 18,71 euros, depois da petrolífera ter anunciado uma "potencial descoberta comercial importante" na Namíbia.

PSI em alta. Galp dispara 16,6% após revelar potencial na Namíbia
Notícias ao Minuto

10:13 - 22/04/24 por Lusa

Economia Galp

Cerca das 09:45 em Lisboa, o PSI avançava 2,38% para 6.444,88 pontos, com 11 'papéis' a subir, quatro a descer e um a manter a cotação (REN em 2,22 euros).

No domingo, a Galp informou os investidores que a reserva de petróleo na Namíbia, na primeira fase de testes da campanha Mopane, aponta para uma "potencial descoberta comercial importante".

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa explica que "só no complexo de Mopane e antes de perfurar poços adicionais de exploração e avaliação, as estimativas de hidrocarbonetos no local são de 10 biliões de barris de petróleo equivalente, ou mais".

Às ações da Galp seguiam-se as do BCP, Sonae e Jerónimo Martins, que avançavam 2,27% para 0,31 euros, 2,21% para 0,92 euros e 1,24% para 18,00 euros.

As ações da Altri, Ibersol e Navigator valorizavam-se 1,20% para 5,06 euros, 1,14% para 7,08 euros e 0,98% para 4,13 euros.

As ações da Mota-Engil, Corticeira Amorim e Semapa subiam 0,76% para 4,22 euros, 0,62% para 9,77 euros e 0,39% para 15,32 euros. As ações dos CTT também subiam, designadamente 0,22% para 4,48 euros.

Em sentido contrário, as ações da NOS lideravam as perdas e recuavam 8,06% para 3,31 euros.

As outras três ações que se desvalorizavam eram as da EDP Renováveis, EDP e Greenvolt, que registavam perdas de 0,78% para 12,73 euros, 0,58% para 3,59 euros e 0,30% para 8,32 euros.

As principais bolsas europeias estavam hoje mistas, animadas com a diminuição das tensões geopolíticas no Médio Oriente, já que a situação entre Israel e o Irão parece ter estabilizado e ter contribuído para a descida do preço do petróleo.

Hoje, o preço do petróleo bruto Brent, de referência na Europa, descia ao início da manhã 1,49% para 85,99 dólares, tal como o preço do ouro, que recuava 1,38% para 2.358,71 dólares.

Na Europa, as principais praças iniciaram a semana em terreno positivo, na expectativa da apresentação dos resultados, e seguindo na esteira da maioria das bolsas asiáticas, em linha com o desempenho dos futuros dos principais índices bolsistas de Wall Street e apesar dos ataques entre o Irão e Israel e das previsões do mercado de que a Reserva Federal dos EUA (Fed) adiará até ao outono a primeira descida das taxas de juro.

Neste contexto, Wall Street fechou mista na sexta-feira, com o Dow Jones a subir 0,56% para 37.986,40 pontos e o Nasdaq a cair 2,05% para 15.282,01 pontos.

Analistas da Link Securities citados pela Efe explicam que a descida do preço do crude esta manhã, que indica que a situação no Médio Oriente parece ter estabilizado, vai apoiar o desempenho das ações.

Especialistas do IG também citados pela Efe referem que este início de semana sugere "um certo regresso ao otimismo nos mercados globais, embora a cautela ainda esteja presente", uma vez que os investidores estarão atentos a qualquer nova informação que possa influenciar as expectativas de política monetária e a estabilidade geopolítica.

A nível cambial, o euro abriu a valorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0658 dólares, contra 1,0656 dólares na sessão anterior.

[Notícia atualizada às 10h23]

Leia Também: Criada angariação de fundos em nome de crianças que morreram em festa

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório