Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 27º

EDPR vai propor programa de remuneração flexível para acionistas este ano

A EDP Renováveis (EDPR) vai propor, na assembleia-geral este ano, um programa de remuneração flexível para os acionistas, à imagem do que levou a cabo no ano passado, segundo comunicado ao mercado.

EDPR vai propor programa de remuneração flexível para acionistas este ano
Notícias ao Minuto

20:23 - 27/02/24 por Lusa

Economia EDPR

Na nota, divulgada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o grupo disse que o seu Conselho de Administração (CA) "deliberou propor na assembleia-geral ordinária de acionistas de 2024, tal como fez em 2023, um programa de remuneração flexível para os acionistas sob a forma de um 'scrip dividend', substituindo o dividendo ordinário correspondente ao ano fiscal de 2023 pela emissão de novas ações já realizadas, mantendo a opção de os acionistas receberem um valor em dinheiro, que será seguida de uma deliberação do CA que definirá as condições finais do programa e da sua implementação".

Segundo a EDPR, "após a aprovação pela assembleia-geral e o lançamento do programa pelo CA" que "deverá ocorrer no prazo máximo de um ano após a deliberação da AG - serão atribuídos aos acionistas da EDPR direitos de incorporação que serão admitidos à negociação no mercado regulamentado da Euronext Lisbon, e os acionistas poderão escolher livremente entre as diferentes opções seguintes ou combiná-las de acordo com a sua conveniência".

As opções passam por "não vender a totalidade ou parte dos seus direitos de incorporação à EDPR ou no mercado regulamentado da Euronext Lisbon" sendo que "neste caso, no final do período de negociação, os acionistas receberão o respetivo número de novas ações já realizadas correspondentes ao número de direitos de incorporação que detêm".

Podem ainda "vender à EDPR, a um preço fixo garantido, a totalidade ou parte dos direitos de incorporação que lhes foram inicialmente atribuídos", ou seja, "os acionistas que escolherem esta opção receberão uma remuneração em dinheiro em vez de novas ações já realizadas".

Por fim, podem "vender a totalidade ou parte dos seus direitos de incorporação no mercado regulamentado da Euronext Lisbon".

Neste último caso, os acionistas que escolham esta opção "terão também a possibilidade de monetizar a totalidade ou parte dos seus direitos de incorporação, mas, neste caso, receberão uma contrapartida em dinheiro pela venda dos direitos de incorporação equivalente ao seu preço de negociação em mercado", sendo que "os direitos de incorporação adquiridos no Euronext Lisbon não podem ser vendidos à EDPR".

"Com este programa, a EDPR pretende continuar a proporcionar uma remuneração flexível e competitiva aos seus acionistas, alinhada com o mercado e com a sua política de dividendos de um rácio de pagamento de 30-50%", rematou o grupo.

Leia Também: Bolsa de Lisboa fecha em alta com EDP Renováveis a subir mais de 3%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório