Meteorologia

  • 22 ABRIL 2024
Tempo
26º
MIN 14º MÁX 27º

Vai casar? Fatura está mais pesada (e noivos cortam no n.º de convidados)

Preços cobrados pelos fotógrafos, celebrantes e DJs estão agora mais caros do que em 2020.

Vai casar? Fatura está mais pesada (e noivos cortam no n.º de convidados)
Notícias ao Minuto

14:54 - 21/02/24 por Notícias ao Minuto

Economia Casamento

Casar está mais caro e um evento com cerca de 50 pessoas pode custar, em média, mais 5.000 euros do que em 2020, de acordo com um estudo da Fixando, divulgado esta quarta-feira. Este acréscimo reflete o aumento dos custos associados a este tipo de cerimónias. 

"A redução no tamanho das festas é outra tendência que se tem verificado nos últimos anos, onde 38% das cerimónias recebem menos de 50 pessoas, contra os 33% que se verificavam em 2020", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

O que mais subiu de preço? 

Nos últimos quatros anos, foram vários os serviços essenciais para casamentos que registaram um aumento do preço:

"É o caso dos fotógrafos, cujo custo médio subiu de 700 euros para 783 euros, dos celebrantes de casamentos, que agora cobram cerca de 425 euros em comparação aos 383 euros anteriores, dos DJs, com um aumento de preço de 389 euros para 469 euros", pode ler-se. 

E mais: "Também os serviços de maquilhagem e penteados para casamentos registaram um aumento nos preços, passando de 81 euros para 140 euros e de 70 euros para 128 euros, respetivamente".

Leia Também: Oferta de quartos para arrendar sobe 53% num ano (e preços acompanham)

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório