Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 24º

Taxa de inflação nos Estados Unidos abranda para 3,1% em janeiro

A taxa de inflação homóloga nos Estados Unidos abrandou em janeiro, para 3,1%, em comparação com os 3,4% registados em dezembro, de acordo com o índice de preços no consumidor publicado hoje pelo Departamento do Trabalho.

Taxa de inflação nos Estados Unidos abranda para 3,1% em janeiro
Notícias ao Minuto

14:50 - 13/02/24 por Lusa

Economia Inflação

Apesar do abrandamento, a taxa fixou-se acima da expectativa dos analistas, que esperavam vê-la cair para abaixo dos 3%.

Na comparação mensal, o aumento dos preços é de 0,3%, contra 0,2% em dezembro, impulsionado sobretudo pela habitação.

A taxa de inflação subjacente homóloga, que exclui os preços voláteis dos alimentos e da energia (um dado fundamental para a Reserva Federal norte-americana tomar as decisões sobre taxas de juro), continuou estável em 3,9%.

A taxa de inflação nos Estados Unidos fechou 2023 em 3,4%, num momento-chave para a Reserva Federal norte-americana (Fed), que estuda quando irá começar a reduzir as taxas de juro.

Na última reunião, nos dias 30 e 31 de janeiro, o banco central dos EUA decidiu manter o intervalo de taxas diretoras entre 5,25% e 5,5%, o nível mais elevado desde 2001.

Após o anúncio, o presidente da Fed, Jerome Powell, disse que se a economia tiver o desempenho esperado e a inflação continuar a diminuir de forma constante, provavelmente será apropriado começar a reduzir as taxas este ano.

Para tomar esta decisão, além da inflação, a Fed debruça-se sobre dados como o desemprego.

Em janeiro, a taxa de desemprego nos Estados Unidos manteve-se em 3,7% pelo terceiro mês consecutivo e foram criados 353 mil empregos líquidos, um valor superior aos 255 mil empregos líquidos criados por mês em média em 2023.

Leia Também: Bolsa em Wall Street fecha sem rumo à espera da inflação

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório