Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
16º
MIN 8º MÁX 16º

Banco da Turquia prevê inflação (de quase 65%) a cair a partir de junho

A inflação na Turquia, que está em 64,9% em termos homólogos, deverá continuar a subir até maio, após o que cairá rapidamente, previu hoje o novo governador do banco central turco, Fatih Karahan.

Banco da Turquia prevê inflação (de quase 65%) a cair a partir de junho
Notícias ao Minuto

11:22 - 08/02/24 por Lusa

Economia Turquia

"A inflação atingirá o pico em maio e o declínio começará no segundo semestre de 2024", disse Karahan na primeira conferência de imprensa desde a sua nomeação no sábado passado.

O governador manteve a previsão de uma inflação média anual de 36% em 2024 e de 14% em 2025, mas ressalvou que o valor para o ano em curso poderá situar-se entre 30% e 42% e para 2025 entre 7% e 21%.

"Em 2026, espera-se que a inflação desça para um único dígito em 9% e, a médio prazo, atingirá a estabilidade no nosso objetivo de 5%", acrescentou Karahan.

A inflação prevista para a Turquia em 2023 é de longe a mais elevada e a única acima de 10% entre os 38 países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Karahan observou que as taxas de juro do banco central, que se situam em 45% desde a última subida de 2,5% em janeiro passado, já atingiram o nível necessário para garantir a redução da inflação.

"Isto mostra que a contenção financeira funcionou. Nesta fase, não vemos a necessidade de uma subida adicional das taxas. No caso de as perspetivas (de inflação) se alterarem, reveremos esta decisão", acrescentou o economista.

Karahan substituiu na semana passada Hafize Gaye Erkan, que tinha iniciado um aumento progressivo das taxas de juro, que quintuplicaram de 8,5% para 45% desde junho.

Erkan demitiu-se no sábado passado, invocando como motivo uma campanha contra a sua honra, com acusações que vão desde a alegada utilização de um carro oficial pelo seu pai até à possível responsabilidade pela falência do banco norte-americano onde trabalhou até 2022.

Karahan, nascido na cidade turca de Eskisehir em 1982, doutorou-se na Universidade da Pensilvânia, nos EUA, e foi professor adjunto na Universidade de Columbia.

Trabalhou durante nove anos no Federal Reserve Bank de Nova Iorque antes de se mudar para a Amazon como executivo e, em agosto passado, foi nomeado vice-governador do banco central turco.

Leia Também: Inflação homóloga na OCDE acelera para 6% em dezembro

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório