Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Estudo sobre exploração Greater Sunsrise estará terminado em 2024

O representante especial da Austrália para as negociações com Timor-Leste e o consórcio do Greater Sunrise, Steve Bracks, afirmou hoje que o estudo sobre o conceito de exploração do Greater Sunrise deverá estar pronto em meados de 2024.

Estudo sobre exploração Greater Sunsrise estará terminado em 2024
Notícias ao Minuto

08:35 - 11/12/23 por Lusa

Economia Austrália

"O estudo deve ser finalizado em meados do próximo ano", afirmou Steve Bracks no final de um encontro com o primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão.

Steve Bracks salientou que se está a progredir na questão sobre a decisão da exploração dos campos do Greater Sunrise e que compreende a posição defendida pelas autoridades timorenses.

Timor-Leste aceitou em novembro a proposta da empresa petrolífera Woodside para que seja feito um estudo sobre o conceito de exploração do Greater Sunrise, durante uma visita da presidente do conselho de administração daquela empresa ao país.

Localizado a 150 quilómetros de Timor-Leste e a 450 quilómetros de Darwin, o projeto Greater Sunrise tem estado envolto num impasse, com Díli a defender a construção de um gasoduto para o sul do país e a Woodside, segunda maior parceira do consórcio, a inclinar-se para uma ligação à unidade já existente em Darwin.

O consórcio é constituído pela timorense Timor Gap (56,56%), a operadora Woodside Energy (33,44% e a Osaca Gás Australia (10,00%).

O acordo de fronteira marítima permanente entre Timor-Leste e a Austrália determina que o Greater Sunrise, um recurso partilhado, localizado a 150 quilómetros de Timor-Leste e a 450 quilómetros de Darwin, terá que ser dividido, com 70% das receitas para Timor-Leste no caso de um gasoduto para o país, ou 80% se o processamento for em Darwin.

Leia Também: Austrália anuncia plano para reduzir imigração

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório