Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 16º

Construtora Griner quer comprar portuguesa SETH que opera em Moçambique

A construtora angolana Griner pretende adquirir a empreiteira portuguesa SETH, que opera em Moçambique, de acordo com uma notificação da Autoridade Reguladora da Concorrência (ARC) moçambicana a que a Lusa teve hoje acesso.

Construtora Griner quer comprar portuguesa SETH que opera em Moçambique
Notícias ao Minuto

06:28 - 11/12/23 por Lusa

Economia Construção

"A operação de concentração em causa consiste na aquisição, pela Griner Engenharia, SA (Griner), de controlo exclusivo sobre a Sociedade de Empreitadas e Trabalhos Hidráulicos, SA (SETH)", refere o aviso da ARC, publicado hoje.

A operação envolve a Griner, empresa constituída ao abrigo do direito da República de Angola, a operar no ramo da construção civil e obras públicas em Angola, Cabo Verde, Gana e Portugal e controlada pela Griner SGPS, SA, indica a ARC.

O objetivo é aquisição da SETH, empresa de direito português que se dedica a trabalhos de construção de edifícios e infraestruturas nos setores das obras marítimas e portuárias, de geotecnia e fundações, e de transporte e distribuição de energia.

"Em Moçambique, a SETH dedica-se à execução de projetos de transporte e distribuição de energia, maioritariamente de média e alta tensão", explica a ARC.

A SETH é atualmente controlada pela MT Højgaard International A/S, com 60% do capital social, sendo o restante detido pela Approachdetail-SGPS, SA.

O processo de aquisição da SETH pela Griner está em consulta pública pela ARC, por se tratar de uma concentração de empresas, durante 15 dias a partir de hoje.

Não são adiantados valores deste negócio no aviso da ARC.

Leia Também: Quase metade das empresas da UE compraram serviços de computação em nuvem

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório