Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Bolsa de Lisboa em alta com Mota-Engil a subir mais de 2%

A bolsa de Lisboa estava hoje em alta, com as ações da Mota-Engil a subirem 2,03% para 3,51 euros.

Bolsa de Lisboa em alta com Mota-Engil a subir mais de 2%
Notícias ao Minuto

09:57 - 29/11/23 por Lusa

Economia Bolsa de Lisboa

Cerca das 09h25 em Lisboa, o PSI invertia a tendência da abertura e avançava 0,40% para 6.463,93 pontos, com nove 'papéis' a subirem, seis a descerem e um a manter (REN em 2,44 euros).

Às ações da Mota-Engil seguiam-se as da EDP Renováveis, Jerónimo Martins e Greenvolt, que se valorizavam 1,58% para 16,35 euros, 0,98% para 22,56 euros e 0,43% para 6,97 euros.

As ações da EDP, Navigator e Semapa subiam 0,41% para 4,39 euros, 0,32% para 3,80 euros e 0,30% para 13,52 euros.

Também a verde estavam as ações do BCP e da Corticeira Amorim, que se valorizavam 0,29% para 0,31 euros e 0,11% para 9,10 euros.

Em sentido contrário, as ações que mais baixavam de cotação eram as da Galp, NOS e Ibersol, que desciam 0,44% para 13,68 euros, 0,35% para 3,39 euros e 0,30% para 6,62 euros.

As outras três ações eram as da Sonae, Altri e CTT, que caíam 0,27% para 0,94 euros, 0,17% para 4,79 euros e 0,14% para 3,56 euros.

As principais bolsas europeias estavam hoje em alta, num dia que será marcado pela inflação 'flash' de novembro da Alemanha e de Espanha e pela primeira revisão do PIB dos EUA no terceiro trimestre de 2023.

Do outro lado do Atlântico, Wall Street terminou a verde, depois de a confiança dos consumidores norte-americanos ter subido, o que não acontecia há quatro meses, e depois de o mercado ter voltado a apostar na perspetiva de que os bancos centrais encerraram o ciclo de subida das taxas de juro.

Uma perspetiva que levou a uma queda das taxas de rendibilidade das obrigações e do dólar.

Nesta altura, o rendimento da obrigação alemã a dez anos, considerada a mais segura da Europa, estava a negociar a 2,43%.

E isto, num dia em que serão conhecidos os dados da inflação 'flash' de novembro na Alemanha, a confiança dos consumidores na zona euro, o Livro Bege da Reserva Federal norte-americana (Fed) e a primeira revisão do Produto Interno Bruto (PIB) daquele país no terceiro trimestre de 2023.

Os preços em Espanha subiram 3,2% em novembro, menos três décimas do que em outubro, segundo uma estimativa da inflação deste mês divulgada hoje pelo Instituto Nacional de Estatística espanhol (INE).

O barril de petróleo Brent para entrega em janeiro de 2024 abriu hoje a 81,69 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 81,68 dólares na terça-feira.

A nível cambial, o euro abriu a valorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0991 dólares, contra 1,0987 dólares na terça-feira e 1,0462 dólares em 03 de outubro, um mínimo desde dezembro de 2022.

Leia Também: Bolsas europeias em alta, à espera da inflação da Alemanha e do PIB dos EUA

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório