Meteorologia

  • 04 MARçO 2024
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 17º

Austrália regista primeiro excedente orçamental em 15 anos

O governo da Austrália informou hoje que registou um excedente orçamental de 22,1 mil milhões de dólares australianos (13,4 mil milhões de dólares) no último ano fiscal, a primeira vez em 15 anos.

Austrália regista primeiro excedente orçamental em 15 anos
Notícias ao Minuto

03:21 - 22/09/23 por Lusa

Economia Austrália

O governo justificou o resultado com o baixo nível de desemprego e os preços elevados de mercadorias destinadas à exportação, como o minério de ferro, carvão e gás. O excedente foi equivalente a 0,9% do produto interno bruto (PIB).

O resultado positivo para o ano que terminou a 30 de junho foi superior ao excedente de 4,3 mil milhões de dólares australianos (2,63 mil milhões de euros) previsto em maio. E uma melhoria significativa em relação ao défice de 77,9 mil milhões de dólares australianos (46,9 mil milhões de euros) estimado antes das eleições de maio de 2022.

Contudo, o ministro das Finanças, Jim Chalmers, disse que não esperava outro excedente orçamental no atual ano fiscal, devido aos problemas económicos da China e os recentes aumentos das taxas de juros na Austrália, que continuam a pesar sobre o crescimento.

Chalmers salientou a criação de 550.000 postos de trabalho desde a eleição do governo do Partido Trabalhista no ano passado. Os dados do gabinete de Estatísticas da Austrália indicam que a taxa de desemprego foi de 3,7% em agosto.

O banco central da Austrália manteve a taxa de juro de referência em 4,1% nas últimas três reuniões mensais.

O último excedente orçamental do governo foi de 19,7 mil milhões de dólares australianos (11,9 mil milhões de euros), ou seja, 1,7% do PIB, no ano fiscal de 2007-2008, registado meses antes de a crise financeira global.

Leia Também: Banco do Japão mantém principais medidas da política monetária

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório