Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 18º

Inflação da zona euro recua em janeiro pelo 3.º mês consecutivo

A taxa de inflação homóloga da zona euro recuou em janeiro, e pelo terceiro mês consecutivo, para os 8,5%, face aos 9,2% de dezembro de 2022, segundo uma estimativa rápida do Eurostat.

Inflação da zona euro recua em janeiro pelo 3.º mês consecutivo
Notícias ao Minuto

10:01 - 01/02/23 por Lusa

Economia Inflação

O recuo deve-se, principalmente, a mais uma forte diminuição da taxa de inflação homóloga da energia (de 25,5% em dezembro para 17,2% em janeiro).

Considerando os restantes componentes do indicador, o da alimentação, álcool e tabaco registou uma taxa de inflação anual de 14,1% (13,8% em dezembro), os bens industriais não energéticos de 7,3% (7,2%) e os serviços de 4,2% (4,4% em dezembro).

Entre os 20 países da zona euro para os quais há dados disponíveis, as taxas de inflação homóloga mais altas - medidas pelo índice harmonizado de preços no consumidor (IHPC) -, foram observadas na Letónia (21,6%), seguida da Estónia (18,8%) e da Lituânia (18,4%).

A Espanha e o Luxemburgo (5,8% cada) e Malta (6,7%) apresentaram, em janeiro, as menores taxas de inflação, com Portugal a registar 8,6%, segundo a estimativa.

A taxa de inflação homóloga na zona euro acelerou desde junho de 2021, principalmente devido à subida dos preços da energia, atingindo valores recorde desde novembro de 2021 até ao pico 10,6% em outubro de 2022 e com o primeiro recuo a ser registado no mês seguinte.

Leia Também: Reino Unido e UE chegam a acordo aduaneiro sobre a Irlanda do Norte

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório