Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 20º

Estado arrecada mais de 52 milhões em impostos em 2022, aumento de 14,1%

O Estado arrecadou 52.024,7 milhões de euros em impostos em 2022, mais 14,1% do que em 2021, divulgou esta sexta-feira a Direção-Geral do Orçamento (DGO), ultrapassando pela primeira vez a barreira dos 50 mil milhões de euros.

Estado arrecada mais de 52 milhões em impostos em 2022, aumento de 14,1%
Notícias ao Minuto

21:36 - 27/01/23 por Lusa

Economia Impostos

Segundo a síntese de execução orçamental, os impostos diretos aumentaram 11,8% para 23.377,3 milhões de euros, devido sobretudo ao desempenho da receita do IRS (que subiu 8,6% face a dezembro de 2021) e do IRC que registou um acréscimo homólogo de 43,9%.

Já a receita dos impostos indiretos chegou a dezembro a atingir os 28.647,4 milhões de euros, refletindo a subida homóloga do IVA, que ascendeu a 18,8%.

No total, a receita fiscal arrecadada pelo Estado ao longo do ano passado foi de 52.024,7 milhões de euros, sendo esta a primeira vez que ultrapassa a barreira dos 50 mil milhões de euros.

Entre os impostos diretos, a receita do IRC chegou a dezembro nos 7.098,3 milhões de euros, mais 2.164,8 milhões de euros do que o valor registado em dezembro de 2021. No IRS, cuja receita ascendeu a 15.783,7 milhões de euros, o acréscimo homólogo é de 1.249,6 milhões de euros.

Do lado dos impostos indiretos, o IVA (+18,8%) e o Impostos sobre as Bebidas Alcoólicas (+22,5%) registaram as variações homólogas mais expressivas, num ano marcado por uma inflação elevada que acabou por influenciar a receita dos impostos que incidem sobre o consumo.

De todos os impostos indiretos, apenas o ISV fechou o ano a registar uma quebra homóloga da receita, caindo 617,5 milhões de euros (-18,4%) para um total de 2.746,6 milhões de euros.

Os dados hoje divulgados indicam, no entanto, que o crescimento da receita fiscal registou um abrandamento no final do ano.

A comparação da execução da receita com o previsto no Orçamento do Estado para 2022 aponta para uma variação de 6,9%.

[Notícia atualizada às 22h43]

Leia Também: De quanto dinheiro precisa? Simule os impostos a pagar na compra de casa

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório