Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
MIN 8º MÁX 14º

Só António Costa pode convencer Espanha sobre ligação Porto-Vigo

O secretário-geral do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular, Xoan Mao, considerou hoje que o primeiro-ministro português, António Costa, é "o único" que pode fazer com que o Governo espanhol concretize a ligação ferroviária de alta velocidade Porto-Vigo.

Só António Costa pode convencer Espanha sobre ligação Porto-Vigo
Notícias ao Minuto

14:15 - 04/10/22 por Lusa

Economia Xoan Mao

"O único que pode fazer mudar a posição do Governo espanhol é António Costa", disse hoje à Lusa Xoan Mao, acerca da ligação ferroviária entre Porto e Vigo estar dependente da concordância espanhola.

Na quarta-feira da semana passada, no Porto, foi apresentado o projeto de alta velocidade ferroviária entre a cidade e Lisboa, estando a ligação para Vigo "dependente de articulação com Espanha", segundo o cronograma do projeto na apresentação da Infraestruturas de Portugal (IP).

"A jogada do primeiro-ministro português foi extremamente hábil e fazer a apresentação no Porto constitui um elemento de pressão social e mediática muito importante sobre o Governo espanhol", considerou.

O secretário-geral do Eixo Atlântico, organização de cooperação transfronteiriça que reúne 39 municípios do Norte de Portugal e da Galiza, considera que o primeiro-ministro português está em posição de usar a construção do troço entre Vigo e Tui, na Galiza, como "contrapartida".

"Se Espanha quer o apoio de Portugal noutros temas, Portugal tem que ter o apoio de Espanha neste tema. Se calhar chegou a hora, também, de que Portugal não seja tão generoso e comece também a bater sobre a mesa", disse hoje à Lusa.

Relativamente à Cimeira Ibérica que deverá realizar-se no último trimestre do ano, disse não ter "muitas esperanças" relativamente ao tema da alta velocidade.

Xoan Mao apontou que "o Governo português vai avançar com perto de 400 quilómetros que há entre Valença e Lisboa e o Governo espanhol não avança com 40 quilómetros que há entre Vigo e Tui".

"Ou é incapacidade ou é má vontade. Este assunto não tem nenhuma lógica", considerou, frisando também o papel da "vontade política" e da orientação espanhola para o eixo mediterrânico, ao invés da faixa atlântica do seu território, até por "uma questão eleitoral".

Xoan Mao referiu que "o Mediterrâneo tem mais desenvolvimento, tem mais população e portanto tem mais deputados, e em Espanha as três regiões do Mediterrâneo (Catalunha, Valência e Andaluzia) e Madrid são as que determinam sempre o resultado eleitoral".

"Investem onde há mais deputados em jogo e como não investem na franja Atlântica, ou seja, na fronteira com Portugal e na Galiza, então logicamente as pessoas têm de migrar", tornando-a "uma zona despovoada".

Para o responsável do Eixo Atlântico, trata-se de "um problema estrutural, que não é de agora", e "nitidamente" de uma questão de Coesão Territorial.

Xoan Mao rejeitou ainda que a falta de aprovação oficial do troço espanhol da ligação entre Vigo e o Porto, que compreende uma estação no aeroporto Francisco Sá Carneiro, esteja relacionado com um reforço da sua importância face aos aeroportos galegos.

"O Norte, para quatro milhões [de pessoas], tem um aeroporto, e a Galiza, para três milhões tem três aeroportos [Vigo, Santiago de Compostela e Corunha]. Os aeroportos galegos nunca vão ser competitivos em relação ao Sá Carneiro", disse à Lusa.

Para Xoan Mao, "o [aeroporto] Sá Carneiro não tem culpa de funcionar melhor, de estar melhor servido e de ser um aeroporto único para todo o Norte e parte do Centro", e a questão aeroportuária galega "é um problema dos próprios galegos" e da sua "dispersão".

Na segunda-feira, a Eurorregião Galiza-Norte de Portugal pediu ao governo espanhol "o início dos trâmites" para que a ferrovia de alta velocidade entre as cidades do Porto e Vigo seja inaugurada em 2030, data prevista pelo Governo português.

No dia 21 de setembro, o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-Norte), António Cunha, disse esperar que os Governos de Portugal e Espanha "mantenham o compromisso" de consumar a linha ferroviária de alta velocidade Porto-Vigo nos prazos anunciados.

Leia Também: "País tem condições" para avançar com alta velocidade "sem sobressaltos"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório