Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 19º

Mais 17.679 desempregados registados em Espanha em setembro

O número de inscritos nos serviços de desemprego em Espanha aumentou em 17.679 pessoas em setembro, comparando com agosto, revelou hoje o Ministério do Trabalho espanhol.

Mais 17.679 desempregados registados em Espanha em setembro
Notícias ao Minuto

09:01 - 04/10/22 por Lusa

Economia Desemprego

Os desempregados registados em serviços oficiais eram 2.941.919 no final de setembro, mais 0,6% do que no fim de julho, com a população empregada registada na Segurança Social a superar os 20,1 milhões de pessoas, segundo os mesmos dados.

Este é o terceiro mês consecutivo de aumento do número de desempregados inscritos em serviços oficiais, depois de ter mais 3.230 registados em julho e mais 40.428 em agosto.

Segundo o Governo espanhol, o aumento de inscritos em agosto e setembro é habitual, mas o registado em julho deste ano foi o primeiro ocorrido neste mês desde 2008, o que as autoridades associaram a um possível adiantamento de contratações em atividades associadas ao verão, atendendo à maior de procura dos consumidores neste setor após dois anos de pandemia.

Já em setembro, o aumento foi "mais moderado do que o habitual para este mês", em que a média de aumento entre 2008 e 2019 se situou em mais 46.307 desempregados inscritos, sublinha uma nota de imprensa de hoje do Ministério do Trabalho espanhol, que refere que setembro é tradicionalmente marcado pelo fim das atividades sazonais de verão.

Segundo os mesmos dados, na comparação homóloga, setembro fechou com menos 315.883 desempregados do que o mesmo mês de 2021.

Por outro lado, o número de desempregados no final de setembro de 2021 é o menor neste mês desde 2008.

Em setembro, segundo os dados conhecidos hoje, desceram os desempregados registados no setor da agricultura (menos 7.024, uma descida de 4,98%), construção (menos 4.765 ou menos 2,04%) e indústria (menos 239 ou menos 0,1%) e aumentaram os dos serviços (mais 24.691 ou 1,19%).

O número de pessoas à procura do primeiro emprego aumentou em 5.016, mais 2,08%.

Em julho, o Instituto Nacional de Estatística de Espanha revelou que a taxa de desemprego no país no segundo trimestre do ano foi de 12,48%, o valor mais baixo desde final de 2008, mas uma das maiores percentagens da União Europeia.

Leia Também: Taxa de desemprego na Alemanha estabiliza em 5,5% em setembro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório