Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2022
Tempo
29º
MIN 17º MÁX 30º

'Luz verde' a controlo conjunto da Power Dot pelo Fundo Antin

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu 'luz verde' ao grupo Antin, que administra fundos com investimentos, para adquirir o controlo conjunto da empresa portuguesa de carregadores para veículos elétricos Power Dot, segundo aviso publicado.

'Luz verde' a controlo conjunto da Power Dot pelo Fundo Antin
Notícias ao Minuto

11:05 - 30/06/22 por Lusa

Economia AdC

A operação de concentração em causa consiste na aquisição por parte da Antin Infrastructure Services Luxembourg II, através de uma sociedade veículo a constituir, do controlo conjunto da Power Dot, mediante a aquisição de ações representativas do respetivo capital social à Arié Investimentos e respetivos sócios fundadores da Power Dot.

A decisão de não oposição à operação de concentração foi justificada pelo Conselho de Administração da AdC por a mesma não ser suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no território nacional ou numa parte substancial deste.

A Arié tem por objeto a gestão de participações sociais de outras sociedades que desenvolvem atividades em áreas relacionadas com o setor imobiliário, a instalação e operação de carregadores de veículos elétricos, a importação e distribuição de produtos de cosmética, perfumaria e higiene pessoal, a prestação de serviços logísticos e administrativos, a prestação de serviços de restauração, a distribuição de eletricidade e gás e o desenvolvimentos e comercialização de soluções de mobilidade elétrica.

A Antin Infrastructure Services Luxembourg II integra o Grupo Antin que administra cinco fundos com investimentos nas áreas de energia e meio ambiente, telecomunicações, transporte e setores sociais na Europa e na América do Norte.

A Antin adquire, assim, a Power Dot, empresa portuguesa que investe, instala e opera postos de carregamento para veículos elétricos.

A notificação do controlo conjunto da Power Dot ao regulador surgiu após a empresa portuguesa anunciar, em comunicado, um reforço de capital de 150 milhões de euros pela Antin Infrastructure Partners com o objetivo de expandir a rede de carregadores de veículos elétricos em parques de estacionamento.

"O reforço de capital vai permitir que a Power Dot prossiga a sua expansão nacional e internacional, reforce equipa, desenvolva 'software' para otimizar operação e continue a instalar gratuitamente carregadores para veículos elétricos em todos os parques de estacionamento", segundo o documento.

A Power Dot tem três anos de atividade e opera em seis países, contando com 5.000 pontos de carregamento correspondentes a 2.250 carregadores, pois normalmente cada carregador dispõe de dois pontos de carregamento.

O objetivo da operação, segundo o comunicado, "é alcançar os 14.000 pontos de carregamento até 2025 e atingir os 27.500 em 2030".

Leia Também: Taxa de inflação dispara para 8,7%. É um máximo de dezembro de 1992

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório