Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Inflação em Macau fixa-se em 1,06% em abril

A taxa de inflação homóloga em Macau subiu, em abril, para 1,06%, devido ao aumento dos salários dos trabalhadores domésticos e dos preços de refeições fora de casa, combustíveis, eletricidade e bilhetes de avião, foi hoje divulgado.

Inflação em Macau fixa-se em 1,06% em abril
Notícias ao Minuto

10:45 - 23/05/22 por Lusa

Economia Macau

Já a diminuição das rendas de casa e a redução dos preços dos serviços de telecomunicações e da carne de porco atenuaram parte do aumento do índice de preços no consumidor, indicou, em comunicado, a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

Em abril, o índice de preços no consumidor geral subiu 0,16% comparativamente ao mês anterior, de acordo com a DSEC.

Em março, a inflação atingiu em Macau o segundo valor mais elevado desde o início da pandemia de covid-19, depois de quase um ano em deflação, com uma descida acentuada dos preços.

As medidas de restrição e controlo contra a covid-19 levaram Macau, que em 2019 contabilizou quase 40 milhões de visitantes, a fechar a fronteira a estrangeiros e impor uma quarentena obrigatória a quem chega de zonas consideradas de alto risco.

A perda de milhões de turistas levou a quebras sem precedentes na indústria do jogo, fundamental na economia do território, que registou apenas 82 casos de covid-19 desde o início da pandemia, em março de 2020.

O jogo representa cerca de 80% das receitas do Governo e 55,5% do produto interno bruto (PIB) de Macau, numa indústria que dá trabalho a mais de 80 mil pessoas, ou seja, a 17,23% da população empregada.

Leia Também: UE. Macau repudia relatório que aponta restrição de direitos e liberdades

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório