Meteorologia

  • 02 JULHO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 31º

Afinal, apoio de 60 euros vai cair na conta de mais 280 mil famílias

Apoio para atenuar o impacto do aumento dos preços dos bens alimentares vai chegar em maio a mais 280 mil famílias, face às 200 mil que tinham sido inicialmente estimadas pelo Governo.

Afinal, apoio de 60 euros vai cair na conta de mais 280 mil famílias
Notícias ao Minuto

08:20 - 20/05/22 por Notícias ao Minuto

Economia Apoio

O apoio de 60 euros para famílias vulneráveis - criado para atenuar o impacto do aumento dos preços dos bens alimentares - vai chegar em maio a mais 280 mil famílias, face às 200 mil que tinham sido inicialmente estimadas, quando foi anunciado o alargamento do apoio

Em declarações ao ECO, a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, adiantou que, afinal, o universo de pessoas que vão receber este 'cheque' é superior, abrangendo "cerca de 280 mil pessoas". 

A governante explicou que este aumento face ao número inicialmente previsto resulta do "cruzamento de dados dos agregados que não têm tarifa social". 

Em abril, recorde-se, o apoio de 60 euros foi pago às 762.320 famílias beneficiárias da tarifa social de eletricidade. Em maio, o apoio será pago aos beneficiários de prestações sociais mínimas que não estão abrangidos pela tarifa social de energia.

A 13 de abril, na apresentação da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), o Governo previa que o apoio abrangesse 830 mil agregados familiares no total dos dois meses, sendo que este número deverá ser agora superior. 

A medida terá um custo associado de 55 milhões de euros, segundo a proposta de OE2022.

Leia Também: Cabaz alimentar: Apoio de 60 euros é pago hoje às famílias carenciadas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório