Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2022
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

"Estamos a atravessar um momento extremamente difícil", admite ministro

O novo ministro da Economia reconhece que Portugal está a viver um "momento extremamente difícil", lembrando que a economia foi "fustigada" primeiro pela pandemia e agora pela guerra.

"Estamos a atravessar um momento extremamente difícil", admite ministro
Notícias ao Minuto

10:18 - 08/04/22 por Notícias ao Minuto

Economia António Costa Silva

O ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, reconheceu, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a economia portuguesa está a atravessar um momento difícil, devido à escalada dos preços, elencando um conjunto de medidas que o Governo vai aprovar em Conselho de Ministros. 

"Estamos a atravessar um momento extremamente difícil", disse o ministro da Economia, referindo que a economia tem sido "fustigada" - primeiro pela pandemia e agora pela guerra.

O novo ministro da Economia seguiu a sua intervenção elencando as medidas já anunciadas pelo primeiro-ministro, António Costa, na quinta-feira, para responder à escalada dos preços e que receberão 'luz verde' do Conselho de Ministros ainda hoje. 

"O Governo tem feito um esforço grande desde o primeiro momento para ter um pacote de medidas que correspondam a essas necessidades", apontou o ministro.

Ainda assim, Costa Silva sublinhou que "é preciso fazer muito mais" relativamente à integração dos jovens adultos que terminam a formação no mercado de trabalho. 

O novo ministro, que sucede a Pedro Siza Vieira na pasta da Economia, comprometeu-se a "lutar" para mudar a trajetória de crescimento da economia portuguesa, apostando nas empresas que produzem bens "mais competitivos no mercado global". 

O debate do Programa do XXIII Governo Constitucional termina hoje na Assembleia da República com a votação da moção de rejeição apresentada pelo Chega, que deverá contar unicamente com os votos a favor dos deputados do partido proponente.

O primeiro dos dois dias de debate ficou marcado pela garantia dada pelo primeiro-ministro, António Costa, de que cumprirá o mandato até ao fim, quebrando assim o silêncio sobre a sua hipotética saída para um cargo europeu daqui a dois anos e meio.

O chefe do Executivo anunciou que a proposta de Orçamento de Estado de 2022 será apresentada na próxima semana e antecipou que o crescimento económico será "um dos desafios centrais" da governação nos próximos quatro anos.

[Notícia atualizada às 10h34]

Leia Também: Da baixa do ISP ao apoio às famílias: O pacote de 'ataque' aos preços

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório