Meteorologia

  • 28 SETEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 22º

Covid-19. G20 promete boa coordenação para salvaguardar a recuperação

As grandes economias do G20 concordaram hoje na importância de uma boa coordenação nas mudanças de política monetária para não afetar a recuperação após a pandemia, indicaram as autoridades indonésias.

Covid-19. G20 promete boa coordenação para salvaguardar a recuperação
Notícias ao Minuto

16:36 - 18/02/22 por Lusa

Economia Covid-19

"Os países do G20 comprometem-se com uma política de normalização bem calibrada, bem planeada e bem explicada", indicou o governador do banco central indonésio, Perry Warjiyo.

As declarações foram feitas em conferência de imprensa, após uma reunião de dois dias dos ministros das Finanças e governadores de bancos centrais do grupo, atualmente presidido pela Indonésia.

"É importante que estas políticas tenham um impacto mínimo nos mercados financeiros mundiais e um impacto reduzido nos países em desenvolvimento", sublinhou.

A reunião decorreu em formato híbrido, devido à pandemia de covid-19, com mais de metade dos participantes em videoconferência e os restantes em Jacarta.

A aceleração da inflação em vários países e a esperada subida das taxas de juro nos Estados Unidos, bem como o fim das medidas de estímulo adotadas durante a pandemia aumentam os riscos para a recuperação económica.

Os países emergentes receiam fugas de capitais para mercados que propõem taxas de juro mais elevadas, o que os pode desestabilizar.

"Uma forte cooperação internacional e uma agilidade política extraordinária são cruciais para enfrentar os complexos obstáculos que se apresentam em 2022", sublinhou a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, numa mensagem dirigida ao G20, pedindo medidas para salvaguardar a recuperação.

O FMI reduziu em janeiro para 4,4% a sua previsão de crescimento mundial para este ano.

Os receios de uma invasão iminente da Ucrânia pela Rússia e as consequências que isso teria para a economia mundial também estiveram presentes na reunião.

A questão da Ucrânia não foi discutida "de forma específica", mas "sabemos que a situação geopolítica terá consequências na economia e [...] nas perspetivas de recuperação mundial", indicou a ministra das Finanças indonésia, Sri Mulyani Indrawati.

O comunicado final da reunião ainda não tinha sido publicado na sexta-feira à noite (hora de Jacarta) e a ministra reconheceu que havia divergências sobre o texto entre os membros do G20, que integra a Rússia, os Estados Unidos e a China.

Leia Também: Secretária do Tesouro dos EUA pede reforço do sistema de saúde global

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório