Meteorologia

  • 28 MAIO 2022
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 26º

Salário mínimo fica abaixo dos mil euros em 13 países da UE. E Portugal?

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, os 21 Estados-membros da UE que têm salários mínimos nacionais podem ser divididos em três grupos principais. Onde fica Portugal?

Salário mínimo fica abaixo dos mil euros em 13 países da UE. E Portugal?
Notícias ao Minuto

10:17 - 28/01/22 por Notícias ao Minuto

Economia Eurostat

O salário mínimo é inferior a 1.000 euros em 13 países da União Europeia e em seis países ultrapassa os 1.500 euros, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat. 

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, os 21 Estados-membros da UE que têm salários mínimos nacionais podem ser divididos em três grupos principais com base nos rendimentos: os que recebem menos de 1.000 euros, os que recebem cerca de 1.000 euros e os que recebem mais de 1.500 euros

Em janeiro de 2022, 13 Estados-membros tinham salários mínimos inferiores a 1.000 euros por mês: Bulgária (332 euros), Letónia (500 euros), Roménia (515 euros), Hungria (542 euros), Croácia (624 euros), Eslováquia (646 euros), República Checa (652euros), Estónia (654 euros), Polónia (655 euros), Lituânia (730 euros), Grécia (774 euros), Malta (792 euros) e Portugal (823 euros).

Vale sublinhar, contudo, que o valor considerado pelo Eurostat é uma estimativa, considerando a existência dos 13.º e 14.º meses, os subsídios de férias e de natal. No nosso país, este ano o salário mínimo subiu para 705 euros, face aos anteriores 665 euros, o que representa um aumento de 40 euros.

Por outro lado, na Eslovénia (1.074 euros) e em Espanha (1.126 euros) os salários mínimos rondavam pouco mais de 1.000 euros por mês.

Nos restantes seis Estados-membros os salários mínimos eram superiores a 1.500 euros por mês: França (1.603 euros), Alemanha (1.621 euros), Bélgica (1.658 euros), Holanda (1.725 euros), Irlanda (1.775 euros) e Luxemburgo (2.257 euros).

[Notícia atualizada às 10h29]

Leia Também: SMN? Ferreira acusa adversários de "fugir ao que conta: aumentos agora"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório