Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 24º

"É inaceitável" haver perdas salariais por atrasos de medidas corretivas

O Governo já disse que as tabelas de retenção na fonte do trabalho dependente foram atualizadas para acomodar a atualização salarial da Função Pública de 0,9%, pelo que não serão retificadas. A Frente Comum diz que "é inaceitável" haver perdas salariais por atrasos de medidas corretivas.

"É inaceitável" haver perdas salariais por atrasos de medidas corretivas
Notícias ao Minuto

10:39 - 26/01/22 por Notícias ao Minuto

Economia Função Pública

A Frente Comum disse esta quarta-feira que é "inaceitável" a existência de perdas salariais para os trabalhadores da Função Pública, decorrentes de atrasos na implementação de medidas corretivas nas tabelas do IRS. 

"A Frente Comum exige que a situação seja resolvida e devolvido o salário retirado aos trabalhadores. É absolutamente inaceitável que existam perdas salariais líquidas por atrasos na implementação de medidas corretivas cujas consequências eram conhecidas", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Na terça-feira, recorde-se, o Ministério do Trabalho disse à Lusa que as tabelas de retenção na fonte do trabalho dependente já foram atualizadas para acomodar a atualização salarial da Função Pública de 0,9%, pelo que não serão retificadas. 

Isto depois de a Frente Comum ter exigido um ajustamento dos escalões do IRS, indicando que há trabalhadores que, com o aumento de 0,9%, passaram a receber menos no final do mês face a 2021.

"De acordo com as declarações do Governo, as tabelas de retenção na fonte do trabalho dependente foram atualizadas mediante a aplicação de uma redução média das taxas de 0,9%. A verdade é que muitos trabalhadores registaram perda liquida nos seus salários de janeiro e, como se isto não bastasse, o Governo falhou também o compromisso de que a atualização salarial acompanharia o valor da inflação que, afinal, é de 1,27% e não de 0,9%", indica a Frente Comum. 

O sindicato "exige ainda o aumento real dos salários, com um mínimo de 90 euros para todos ostrabalhadores, bem como o ajustamento dos escalões do IRS garantindo mais justiça fiscal. Sem direitospara os trabalhadores da Administração Pública não há desenvolvimento nem progresso social no país". 

Leia Também: Dourado não falta. Eis o novo BMW X2 Edition GoldPlay

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório