Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 24º

Bolsa de Lisboa em alta com Altri e Galp a liderarem ganhos

A bolsa de Lisboa estava hoje em alta, com as ações da Altri e do BCP a liderarem os ganhos, já que subiam 2,13% para 5,53 euros e 1,29% para 0,15 euros.

Bolsa de Lisboa em alta com Altri e Galp a liderarem ganhos
Notícias ao Minuto

09:55 - 25/01/22 por Lusa

Economia PSI20

Cerca das 09:05 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, avançava 0,31% para 5.446,49 pontos, com 10 'papéis' a subirem, sete a descerem e dois a manterem a cotação (Pharol em 0,09 euros e Semapa em 11,52 euros).

Aos títulos da Altri e do BCP seguiam-se os da Galp Energia e CTT, que estavam a valorizar-se 1,23% para 9,37 euros e 1,13% para 4,05 euros.

As ações da Navigator, EDP e EDP Renováveis eram outras das que mais subiam, designadamente 0,94% para 3,23 euros, 0,79% para 4,47 euros e 0,75% para 18,71 euros.

Em sentido contrário, as ações da Jerónimo Martins, NOS e Ibersol eram as que mais desciam, já que caíam 0,87% para 20,61 euros, 0,68% para 3,48 euros e 0,60% para 4,95 euros.

Na Europa, as principais bolsas negociavam hoje em alta, mas mantêm-se pendentes das tensões entre Kiev e Moscovo e à espera das decisões de política monetária da Reserva Federal dos EUA (Fed), que serão divulgadas na quarta-feira.

Os investidores continuam focados na situação pré-bélica entre a Ucrânia e a Rússia e à espera da reunião da Fed, que hoje arranca em Washington, depois de terem vivido a pior sessão na segunda-feira desde o aparecimento da variante Ómicron no final de novembro do ano passado.

Esta semana a referência mais importante é a reunião de política monetária da Fed, cujas conclusões serão divulgadas na quarta-feira, e das quais o mercado antecipa que incluirão uma retirada acelerada dos estímulos monetários, referem operadores citados pela Efe.

À espera das decisões da Fed, que deverão incluir uma subida das taxas de juro já em março, hoje o Fundo Monetário Internacional (FMI) publica a previsão de crescimento global para 2022 e será divulgado o dado da confiança do consumidor do Conference Board dos EUA, bem como o indicador da confiança empresarial alemã.

A bolsa de Nova Iorque terminou em alta na segunda-feira, com o Dow Jones a subir 0,29% para 34.364,50 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro.

O Nasdaq fechou a valorizar-se 0,63% para 13.855,13 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1310 dólares, contra 1,1328 dólares na segunda-feira e 1,1196 dólares em 24 de novembro, um mínimo desde julho de 2020, e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro de 2021.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 86,99 dólares, contra 86,27 dólares na segunda-feira e o máximo de sete anos, de 88,44 dólares, verificado em 19 de janeiro.

Leia Também: 'Startup' da Galp desenvolve soluções de mobilidade elétrica para EUA

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório