Meteorologia

  • 17 MAIO 2022
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 25º

Bolsa de Lisboa em baixa, com EDP Renováveis a cair mais de 2%

A bolsa de Lisboa estava hoje em baixa, com as ações da EDP Renováveis a caírem 2,07% para 18,88 euros.

Bolsa de Lisboa em baixa, com EDP Renováveis a cair mais de 2%
Notícias ao Minuto

09:33 - 18/01/22 por Lusa

Economia bolsa

Cerca das 09h15 em Lisboa, o principal índice da bolsa, o PSI20, recuava 0,54% para 5.604,99 pontos, com 11 'papéis' a caírem, três a subirem e cinco a manterem a cotação (Ibersol em 5,08 euros, Novabase em 5,52 euros, Ramada Investimentos em 7,10 euros, REN em 2,52 euros e Semapa em 11,68 euros).

Aos títulos da EDP Renováveis seguiam-se os do BCP e dos CTT, que estavam a desvalorizar-se 1,68% para 0,16 euros, e 1,26% para 4,32 euros.

As ações da Altri, Greenvolt e Navigator eram outras das que mais desciam, designadamente 1,07% para 5,57 euros, 0,82% para 6,05 euros e 0,78% para 3,29 euros.

Em sentido contrário, as ações da Jerónimo Martins eram as que mais se valorizavam, estando a subir 0,80% para 21,37 euros.

Na Europa, as principais bolsas negociavam hoje em baixa, com os investidores focados na divulgação de resultados empresariais e na evolução do preço do petróleo, que hoje atingiu um máximo desde 2014.

Operadores citados pela Efe referem que os investidores temem que uma inflação mais prolongada leve os bancos centrais a acelerar a retirada de estímulos.

Estes receios inflacionistas foram hoje de novo impulsionados por uma nova subida do preço do petróleo, no caso do Brent, de referência na Europa, que atingiu um máximo desde há sete anos, acima dos 88 dólares por barril.

Os operadores citados pela Efe referem que o preço do petróleo está a ser sustentado pelas expectativas de uma procura sólida apesar dos receios iniciais do impacto da variante Ómicron, que, entretanto, se suavizaram.

O aumento do preço do petróleo também resulta do risco geopolítico, designadamente o ataque com drones aos Emirados Árabes Unidos, produtor da OPEP, e a situação Rússia-Ucrânia.

Hoje, a Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) atualiza no seu relatório mensal as suas previsões da oferta e da procura e a situação do mercado de petróleo.

A bolsa de Nova Iorque esteve fechada na segunda-feira devido ao feriado nacional nos EUA, de aniversário de Martin Luther King, depois de ter terminado mista na sexta-feira, com o Dow Jones a cair 0,56% para 35.911,8102 pontos, contra o máximo desde que foi criado em 1896, de 36.799,65 pontos, registado em 04 de janeiro.

O Nasdaq fechou a valorizar-se 0,59% para 14.893,75 pontos, contra o atual máximo, de 16.057,44 pontos, verificado em 16 de novembro.

A nível cambial, o euro abriu em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1402 dólares, contra 1,1412 dólares na segunda-feira e 1,1196 dólares em 24 de novembro, um mínimo desde julho de 2020, e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro de 2021.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu em alta no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 87,74 dólares, um máximo de sete anos, contra 86,48 dólares na segunda-feira.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 0,07%

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório