Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2022
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Economia italiana cresce 6,3% em 2021 - Istat

A economia italiana vai crescer 6,3% em 2021, mais três décimas que o previsto pelo Governo, anunciou hoje o instituto de estatística italiano (Istat).

Economia italiana cresce 6,3% em 2021 - Istat
Notícias ao Minuto

13:48 - 03/12/21 por Lusa

Economia Itália

Num comunicado, o Istat afirma que a procura interna (consumo e investimento) contribuirá com um impulso de 6% e a procura externa (exportações e importações) com 0,3%.

Os números foram saudados pelo ministro da Administração Pública, Renato Brunetta, que disse que o Produto Interno Bruto (PIB) poderia mesmo crescer "mais uma décima de ponto percentual" se a confiança e o consumo das famílias continuassem a melhorar no resto de dezembro, como o Governo está a considerar.

Para 2022, o Istat prevê um crescimento económico de 4,7%, o mesmo valor que o Governo de Mario Draghi, e neste caso a procura interna terá um impacto de 4,4% e a procura externa de 0,3%.

Quanto à taxa de desemprego, será de 9,6% em 2021 e 9,3% em 2022, segundo o instituto italiano, valores semelhantes aos do Governo, que apontam para 9,6% e 9,1%, respetivamente.

O Istat salientou que o aumento dos preços, derivado entre outras coisas da "recuperação da procura" e do "crescimento excecional dos preços do petróleo e das matérias-primas agrícolas", deverá continuar pelo menos até à segunda metade de 2022.

Acrescenta que se espera que o deflator do PIB se valorize para 1,2% em 2021 e 1,9% em 2022, enquanto o Governo estimou que subirá para 1,5% e 1,6%, respetivamente.

Leia Também: Itália. Após internamento, líder de movimento negacionista quer vacina

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório