Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Tarifa social de eletricidade: Em que consiste e quem pode beneficiar?

Os consumidores economicamente vulneráveis, com potências contratadas inferiores ou iguais a 6,9 kVA, têm direito ao desconto da tarifa social no fornecimento de eletricidade. 

Tarifa social de eletricidade: Em que consiste e quem pode beneficiar?

Já ouviu falar da tarifa social de eletricidade? Trata-se de um valor que resulta da aplicação de um desconto na tarifa de acesso às redes de eletricidade, conforma explica a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Ou seja, os consumidores economicamente vulneráveis, com potências contratadas inferiores ou iguais a 6,9 kVA, têm direito ao desconto da tarifa social no fornecimento de eletricidade. 

"O desconto a aplicar nas tarifas de eletricidade de 2021 corresponde a um valor que permita um desconto de 33,8% sobre o preço bruto das tarifas transitórias do mercado regulado, ou seja, excluído de IVA e demais impostos, contribuições e ou taxas aplicáveis. Os clientes vulneráveis que beneficiam da tarifa social, têm também direito a isenção do Imposto Especial de Consumo de Eletricidade (IEC) e a um desconto parcial na Contribuição Audiovisual (CAV)", explica a ERSE, num documento de perguntas frequentes sobre o tema. 

Quem são os beneficiários da tarifa social?

Segundo a ERSE, a tarifa social na eletricidade é aplicável aos agregados familiares economicamente vulneráveis, que se caracterizam por beneficiarem de uma prestação social ou por apresentarem rendimentos anuais, iguais ou inferiores, a 5.808€.

A tarifa social na eletricidade é aplicável aos beneficiários das seguintes prestações sociais:

  • Complemento solidário para idosos;
  • Rendimento social de inserção;
  • Prestação de desemprego;
  • Abono de família;
  • Pensão social de velhice;
  • Pensão social de invalidez do regime especial de proteção na invalidez ou do complemento da prestação social para a inclusão.

Devem ainda estar reunidas as seguintes condições:

  • Ser titular de contrato de fornecimento de eletricidade, com o consumo de eletricidade a destinar-se exclusivamente a uso doméstico, em habitação permanente;
  • Instalação em baixa tensão, com potência contratada inferior ou igual a 6,9 kVA.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 2,20%

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório