Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Emirates vai recrutar 6.000 funcionários nos próximos seis meses

A companhia aérea está à procura de pilotos, tripulação de cabine, engenheiros e 'ground staff'.

Emirates vai recrutar 6.000 funcionários nos próximos seis meses

A Emirates anunciou, esta terça-feira, que vai aumentar a sua rede de recursos humanos através de um plano de recrutamento de mais de 6.000 pessoas, que irá acontecer durante os próximos seis meses.

"Com o alívio das restrições em todo o mundo e a aceleração da vacinação contra a Covid-19, a companhia vai recrutar mais pilotos, tripulação de cabine, engenheiros e pessoal de terra (ground staff) – por forma a apoiar a intensificação das operações da Emirates em toda a sua rede global, em resposta ao aumento da procura por parte dos clientes, mais rápido do que o esperado", pode ler-se num comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

A Emirates revelou ainda que já retomou 90% da sua rede de destinos e está a caminho de atingir 70% da sua capacidade pré-pandémica até ao final do ano.

"A Emirates sempre esteve no centro do crescimento do Dubai. A nossa necessidade de mais 6.000 funcionários ilustra a rápida recuperação da economia do Dubai e conduzirá a oportunidades e outros desenvolvimentos positivos em várias outras empresas - incluindo as dos setores de consumo, viagens e turismo", refere Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e Chefe Executivo da Emirates Airline and Group, citado no mesmo comunicado. 

Os candidatos podem saber mais sobre as funções e requisitos aqui (https://www.emiratesgroupcareers.com/).

Leia Também: Exportações fecharam 2020 com quebra de 10,3%. E as importações?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório