Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Retoma económica na Madeira avança de forma "bastante positiva"

O presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, afirmou hoje que o processo de retoma económica na região autónoma está a "correr de forma bastante positiva", referindo vários indicadores de crescimento apesar da pandemia de covid-19.

Retoma económica na Madeira avança de forma "bastante positiva"
Notícias ao Minuto

10:40 - 21/10/21 por Lusa

Economia Madeira

"Eu não gosto de ser excessivamente otimista, porque há setores que foram muito descapitalizados, mas acho que temos condições para este ano assumirmos a recuperação integral da nossa economia e do nosso emprego", disse.

Miguel Albuquerque falava na Assembleia Legislativa da Madeira, no primeiro debate da III Sessão Legislativa da XII Legislatura com a presença do executivo, proposto pela maioria PSD/CDS-PP, que suporta o governo de coligação, subordinado ao tema "a pandemia e o início da recuperação económica".

A iniciativa contou com o apoio das restantes forças com assento parlamentar -- PS, o maior partido da oposição regional, JPP e PCP.

O chefe do executivo madeirense destacou o "comportamento exemplar" da população no cumprimento das restrições durante aos períodos mais críticos da crise pandémica, bem como a adesão ao processo de vacinação, e destacou também alguns setores que continuaram a crescer.

Albuquerque disse que o imobiliário fechou o ano de 2020 com 444 milhões de euros de volume de negócios e as empresas tecnológicas registaram 211 milhões de euros em 2019.

O setor agrícola fechou o ano de 2020 com 100 milhões de euros e o turismo, apesar de ter sido a atividade mais afetada, sinalizou em setembro de 2020 um crescimento superior a 50 milhões de euros face ao mês homólogo, e atravessa agora um período de retoma, já com 40 operações aéreas semanais oriundas de vários mercados.

O presidente do Governo Regional alertou, no entanto, para o impacto da "crise muito grave" que a Europa comunitária está a atravessar, devido a "erros relacionados com as políticas energéticas", que se traduzem, por exemplo, numa dependência em 41% do gás natural da Rússia.

"A Rússia é uma ditadura e a saúde económica da Europa está nas mãos de uma ditadura", advertiu, sublinhando que o custo da energia está a subir e a oferta de matéria-prima a diminuir. E reforçou: "Temos uma tempestade perfeita."

Leia Também: Mostra de Teatro de Almada assinala 25 edições com mais de 30 espetáculos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório