Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Galp entra no negócio das energias renováveis no Brasil

A Galp vai entrar no mercado das energias renováveis no Brasil, com dois projetos solares que a empresa considera permitirem dar um "salto importante" na transformação do seu perfil de negócio e na redução da sua pegada carbónica.

Galp entra no negócio das energias renováveis no Brasil
Notícias ao Minuto

08:19 - 20/10/21 por Lusa

Economia Galp

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa explica que a operação envolve a aquisição de dois projetos solares com capacidade total de 594 MWp, em desenvolvimento nos estados da Bahia (282 MWp) e do Rio Grande do Norte (312 MWp).

Com estas transações, "a Galp ganha acesso a ativos de elevada qualidade num país onde a empresa está presente há mais de 20 anos e que se encontra entre os 10 principais países no mundo com maior procura de energia e com a ambição de duplicar a sua capacidade instalada atual de geração de energia solar e eólica para 40 GW em 2030", acrescenta.

Os projetos devem iniciar a operação comercial antes de 2025.

Na nota, a empresa explica ainda que estes acordos se inserem numa estratégia que visa "o crescimento de um portefólio competitivo de geração renovável" e que estão "alinhados com as orientações de alocação de capital e planos de diversificação geográfica apresentados em junho no Capital Markets Day".

Com esta expansão de portefólio, a capacidade total a 100% de produção de energia renovável da Galp aumenta para c.4,7 GW, em Portugal, Espanha e Brasil.

A empresa pretende ter mais de 4 GW em operação até 2025 e 12 GW até 2030.

Leia Também: Após a polémica, Simeone explica por que não cumprimentou Klopp

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório