Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Moody's melhora perspetiva da RDCongo mas mantém 'rating' baixo

A agência de notação financeira Moody's melhorou hoje a perspetiva de evolução da República Democrática do Congo (RDCongo), face às melhorias previstas para a economia devido ao setor mineiro e ao apoio do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Moody's melhora perspetiva da RDCongo mas mantém 'rating' baixo
Notícias ao Minuto

19:37 - 18/10/21 por Lusa

Economia Rating

Na nota que acompanha a justificação da manutenção do 'rating' em Caa1, um dos mais baixos da escala, a Moody's argumenta que "a perspetiva de evolução positiva reconhece as robustas perspetivas económicas assentes no setor mineiro e o potencial para uma resiliência económica mais forte derivado da implementação das reformas estruturais ao abrigo do atual programa do FMI".

No documento, a Moody's acrescenta que a passagem de uma perspetiva estável para uma perspetiva positiva "também reflete o aumento nas reservas em moeda externa, que deverão continuar nos próximos anos, e que poderão reduzir a exposição a quebras nos preços das matérias-primas e os consequentes episódios severos de volatilidade económica".

Por outro lado, concluem, o 'rating' de Caa1 "equilibra os níveis de riqueza particularmente baixos, as instituições muito fracas, e daí a capacidade ainda fraca de absorção dos choques económicos, bem como o alto risco político, com a baixa e sustentável dívida pública".

A Moody's prevê que a economia da RDCongo cresça mais de 6%, em média, até 2025, "sustentada pelo rápido desenvolvimento do seu setor mineiro e pelos preços das principais exportações do país".

Leia Também: Moody's revê preço do petróleo nos próximos dois anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório