Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

Trabalhadores do comércio de Braga em greve pedem revisão salarial

Os trabalhadores do comércio a retalho do distrito de Braga cumprem hoje um dia de greve reivindicando a "revisão salarial e do contrato coletivo de trabalho" e "condições laborais iguais para trabalhos iguais". 

Trabalhadores do comércio de Braga em greve pedem revisão salarial
Notícias ao Minuto

14:23 - 30/07/21 por Lusa

Economia Greve

Em declarações à Lusa, a coordenadora do Sindicato do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP), Ana Paula Quintela, explicou que "os trabalhadores do comércio em Braga não ganham o mesmo do que os distritos vizinhos e com enormes diferenças". 

Segundo a sindicalista, o valor base daqueles trabalhadores é o salário mínimo nacional, sendo que o CESP "parte para a mesa de negociações" com o pedido de aumento de 90 euros "para todos". 

"A proposta para Braga fica muito aquém do que em outros distritos. Por exemplo, um trabalhador de uma certa loja de roupa em Viana do Castelo ganha 85 euros por diuturnidade. Em Braga, um trabalhador da mesma cadeia de roupa ganha 17,5 euros. Há uma enorme diferença e são distritos vizinhos", salientou. 

Ana Paula Quintela adiantou que os trabalhadores, que se concentraram frente às instalações da Associação Comercial de Braga, foram recebidos: "Ficou o compromisso de auscultar os restantes parceiros e dar-nos conta dessas conversações. Ficámos a aguardar", disse. 

"Reclamamos aquilo que achámos justo. Para trabalho igual condições de trabalho iguais", finalizou. 

Leia Também: Sindicato recusa "negociações estéreis" com operadora do metro do Porto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório