Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Novo aeroporto: IMT tem 2,5 milhões para coordenar avaliação estratégica

O Governo atribuiu ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) 2,5 milhões de euros, mais IVA, divididos entre 2021 e 2023, para a aquisição de serviços destinados à elaboração do relatório de avaliação ambiental do novo aeroporto de Lisboa.

Novo aeroporto: IMT tem 2,5 milhões para coordenar avaliação estratégica
Notícias ao Minuto

11:16 - 09/07/21 por Lusa

Economia Aeroporto

De acordo com uma portaria hoje publicada em Diário da República, "considerando o âmbito das atribuições do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I. P., caberá a este instituto a incumbência de levar a cabo o processo de lançamento de um concurso público internacional tendo em vista a contratação de uma entidade para coordenar e executar a avaliação ambiental estratégica, ficando ainda com o dever de acompanhar de forma permanente o processo de elaboração da avaliação ambiental estratégica, bem como o de coadjuvar o Governo ao longo de todo o processo".

Para tal, o IMT foi autorizado a assumir os encargos plurianuais com a aquisição dos serviços necessários, até ao montante global máximo de 2,5 milhões de euros, acrescidos de IVA (250.000 euros em 2021, 1,4 milhões em 2022 e 850.000 em 2023).

O Aeroporto do Montijo obteve declaração de impacto ambiental condicionada em janeiro de 2020, porém, no início de março de 2021, a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) indeferiu liminarmente o pedido da ANA --- Aeroportos de Portugal de apreciação prévia de viabilidade para a construção daquela infraestrutura, por não ter obtido um parecer favorável de todas as câmaras municipais dos concelhos potencialmente afetados.

Na sequência da decisão da ANAC, o Governo tomou a decisão de promover uma avaliação ambiental estratégica que fará um estudo comparado de três soluções: uma solução dual, em que o Aeroporto Humberto Delgado terá o estatuto de aeroporto principal e o Aeroporto do Montijo o de complementar; uma solução dual alternativa, em que o Aeroporto do Montijo adquirirá, progressivamente, o estatuto de aeroporto principal e o Aeroporto Humberto Delgado o de complementar, incluindo a capacidade para o aeroporto principal substituir integralmente a operação do aeroporto secundário; e a construção de um novo aeroporto internacional no Campo de Tiro de Alcochete, que substituirá, ao longo do tempo, de forma integral o Aeroporto Humberto Delgado.

Para levar a cabo a avaliação ambiental estratégica, o Governo pretende lançar um concurso público internacional "tendo em vista a escolha de uma entidade, com diferentes valências específicas, que garanta qualidade, isenção, transparência e competência ao longo de todo o processo".

O Governo entendeu também que a "coordenação deste processo, o lançamento do procedimento concursal e o acompanhamento permanente devem estar a cabo de uma entidade nacional pública com competências no setor dos transportes" e "relativamente à qual o Governo tenha poderes de tutela e superintendência", como é o caso do IMT.

A presente portaria entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

Leia Também: Museu de Lamego recebe exposição "[im]provável" de estudantes do concelho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório