Meteorologia

  • 29 MAIO 2022
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 22º

Mais de 80% das empresas de calçado com encomendas para pelo menos um mês

Mais de 80% das empresas de calçado diz ter encomendas para, pelo menos, o próximo mês, e 33% afirma ter trabalho assegurado para o próximo trimestre, segundo o 'Inquérito Covid' efetuado pela associação setorial e hoje divulgado.

Mais de 80% das empresas de calçado com encomendas para pelo menos um mês
Notícias ao Minuto

14:07 - 07/07/21 por Lusa

Economia Inquérito

De acordo com o questionário da Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), embora a 'redução de encomendas internacionais' ainda seja a maior preocupação dos empresários, com 54% das respostas, este é o valor mais baixo dos últimos meses, que compara com uma média de 70% nos últimos inquéritos.

Já o 'abastecimento de matérias-primas importadas' "começa, agora, a perfilar-se como uma preocupação adicional, com 44% das respostas" ao inquérito, no qual participaram 79 empresas, responsáveis por 7.977 postos de trabalho e um volume de negócios próximo dos 640 milhões de euros.

"O setor dá sinais de consolidação dos negócios. Estamos a fazer os trabalhos de casa, desenvolvendo novos produtos e indo ao encontro dos nossos clientes em todo o mundo, mas, no final, estaremos sempre dependentes da evolução da pandemia", considera o presidente da APICCAPS, Luís Onofre, citado num comunicado.

Já este mês, destaca a associação, o setor do calçado regressa às feiras internacionais, com a participação de 20 empresas na Expo Riva Schuh, em Riva Del Garda, no norte de Itália.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em abril as exportações de calçado cresceram 121% face ao mesmo mês de 2020, registando o segundo mês consecutivo de crescimento.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, Portugal exportou 22 milhões de pares, no valor de 497 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 4,3%.

Ainda assim, depois do forte impacto da pandemia do setor de calçado, que levou a uma quebra do consumo mundial de calçado na ordem dos 22% no último ano, as estimativas apontam que a recuperação plena do setor poderão acontecer apenas em 2023, de acordo com o World Footwear.

Leia Também: Covid-19: Portugal soma mais 3.285 infetados e oito mortes

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório