Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2021
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Bruxelas melhora previsões da zona euro. Regressa ao pré-crise este ano

A Comissão Europeia reviu hoje em alta o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro, prevendo uma subida de 4,8% este ano e de 4,5% em 2022, regressando a economia europeia ao nível pré-crise já em 2021.

Bruxelas melhora previsões da zona euro. Regressa ao pré-crise este ano
Notícias ao Minuto

10:05 - 07/07/21 por Lusa

Economia Bruxelas

Nas previsões intercalares de verão, hoje divulgadas, o executivo comunitário projeta subidas da mesma ordem para o PIB da zona euro e para o conjunto da União Europeia (UE), justificando que, em 2021, "a recuperação [de 4,8%] beneficia do substancial efeito de prolongamento do ano anterior, da forte retoma do consumo privado, bem como do impacto do Mecanismo de Recuperação e Resiliência a partir do segundo semestre do ano".

O efeito de retoma prolongada também se aplica ao próximo ano, para quando a Comissão Europeia prevê um crescimento do PIB de 4,5% na zona euro e na UE.

Estes valores comparam com subidas de 4,3% na zona euro e de 4,2% na União, e de 4,4% em ambas em 2022, anteriormente apontadas nas previsões macroeconómicas da primavera, divulgadas em maio passado, registando-se uma ligeira melhoria.

Também mais otimista é a estimativa do executivo comunitário quanto ao regresso aos níveis da economia antes da crise gerada pela covid-19, estimando agora a instituição que "o PIB regresse ao seu nível pré-crise no último trimestre de 2021, tanto na UE como na zona euro".

"Para a zona euro, isto é um trimestre mais cedo do que o esperado nas previsões da primavera", realça Bruxelas.

Leia Também: Bruxelas mantém previsões de crescimento para Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório