Meteorologia

  • 26 OUTUBRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Bolsa de Wall Street negoceia em alta no início da sessão

A bolsa em Wall Street negociava hoje em alta no início da sessão, após os EUA terem sancionado cinco empresas chinesas por trabalho forçado.

Bolsa de Wall Street negoceia em alta no início da sessão
Notícias ao Minuto

15:09 - 25/06/21 por Lusa

Economia bolsa

Pelas 14h48 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones subia 0,45% para 34.350,81 pontos e o tecnológico Nasdaq avançava 0,18% para 14.395,48 pontos.

Já o índice alargado S&P 500 fixava-se em 4.276,47 pontos, mais 0,22%.

Os Estados Unidos proibiram esta quinta-feira a importação de materiais para painéis solares feitos por uma empresa chinesa e emitiram restrições comerciais a outras quatro, acusando-as de usar trabalho forçado na região predominantemente muçulmana de Xinjiang.

A empresa Hoshine Silicon Industry não pode vender os seus produtos nos EUA porque "segundo relatos confiáveis, recorre ao trabalho forçado para fabricar os produtos à base de silicone", anunciou a Casa Branca em comunicado.

Noutro comunicado separado, o Departamento do Comércio anunciou, com a mesma justificação, a restrição da compra de mercadoria, 'software' e tecnologia norte-americana pela Hoshine e outras quatro empresas em Xinjiang, produtoras de silicone para painéis solares ou de alumínio.

Na quinta-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou em alta, com recordes dos índices Nasdaq e S&P500, graças à animação dos investidores com o acordo entre senadores democratas e republicanos sobre o massivo plano de investimentos em infraestruturas pretendido pelo presidente Joe Biden.

Leia Também: Consultora LLYC quer entrar na Bolsa BME Growth

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório