Meteorologia

  • 24 JULHO 2021
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Pandemia com impactos similares nos países da CPLP revelou desigualdades

A covid-19 teve um impacto similar na abordagem das doenças respiratórias crónicas nos países da CPLP, mas expôs várias desigualdades, nomeadamente ao nível socioeconómico e no acesso aos cuidados de saúde, afirmou hoje a pneumologista Margarete Arrais.

Pandemia com impactos similares nos países da CPLP revelou desigualdades
Notícias ao Minuto

13:26 - 22/06/21 por Lusa

Economia Covid-19

A coordenadora da Global Alliance Against Chronic Respiratory Diseases (Aliança Global Contra Doenças Respiratórias, GARD, na sigla em inglês) junto da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) falava durante a conferência online "O impacto da Covid-19 nas Doenças Respiratórias Crónicas nos países da CPLP", organizada pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT).

A pneumologista referiu que a diminuição da assistência hospitalar, desde o início da pandemia, foi registada em todos os países da CPLP: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Em relação aos doentes respiratórios crónicos, a pandemia trouxe uma diminuição das consultas, exames e urgências nestes países, adiantou Margarete Arrais.

As discrepâncias, "que já existiam, mas a pandemia tornou mais visíveis", sentiram-se ao nível do número de camas, da existência de unidades de cuidados intensivos e no acesso à telemedicina, mas também a todos os serviços de saúde, com as limitações na circulação impostas pelo confinamento a agravarem as dificuldades.

A especialista considera da maior importância um levantamento do "real impacto" da covid-19 nas doenças respiratórias crónicas na CPLP.

A conferência sobre "O impacto da Covid-19 nas Doenças Respiratórias Crónicas nos países da CPLP" é organizada pelo IHMT em colaboração com a GARD, a CPLP e a GARD-Portugal, com o apoio da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH).

Leia Também: AO MINUTO: Visitas a lares? Podem continuar. Mais 150 milhões de vacinas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório