Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2021
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

Concorrência aprova mudança no controlo da central eólica flutuante

A Autoridade da Concorrência (AdC) deu luz verde ao controlo exclusivo da parceria entre a EDP Renováveis e a Engie sobre a dona da primeira central eólica flutuante da Europa, ao largo de Viana do Castelo, a Windplus.

Concorrência aprova mudança no controlo da central eólica flutuante
Notícias ao Minuto

15:56 - 02/06/21 por Lusa

Economia AdC

Maioritariamente já detida pela EDP Renováveis e pela Engie, a operação permitiu concentrar participações, até agora separadas, na 'joint-venture OW Offshore', e recebeu na terça-feira a decisão de não oposição da AdC, segundo o aviso publicado.

A Windplus é controlada conjuntamente pela OW e pela Repsol Renovables que tem como objeto social a promoção, o desenvolvimento e a gestão de projetos de energia eólica offshore flutuante, incluindo em Portugal Continental, onde produz energia elétrica a partir de fontes renováveis em regime especial.

A 'joint-venture Ow Offshore' é controlada conjuntamente pela EDP Renováveis e pela Eengie para desenvolver atividade no mercado de produção de energia elétrica através de parque eólicos 'offshore' (no mar) e, segundo o aviso, está presente "em diversos" países.

Em julho de 2020, a EDP informou que o parque eólico flutuante começou a gerar energia para abastecer, por ano, cerca de 60 mil consumidores.

Mas uma avaria num cabo elétrico do parque eólico obrigou a meses de paragem, tendo o cabo sido reparado no início de abril, depois de "aguardar que as condições meteorológicas permitissem o desenvolvimento de trabalhos e a reparação", segundo fonte da empresa.

O WindFloat Atlantic, com uma capacidade total instalada de 25 Megawatt (MW), é o primeiro parque eólico flutuante semi-submersível do mundo e pretende gerar energia para abastecer 60 mil utilizadores por ano, "poupando quase 1,1 milhões de toneladas de CO2".

O projeto, orçamentado em 125 milhões de euros, foi coordenado pela EDP, através da EDP Renováveis, e integra o parceiro tecnológico Principle Power, a Repsol, a capital de risco Portugal Ventures e a metalúrgica A. Silva Matos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório