Meteorologia

  • 16 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Mineira Bamin vence leilão de via-férrea estratégica no Brasil

A empresa mineira brasileira Bahia Mineração (Bamin) adjudicou hoje, por um período de 35 anos, a operação do trecho de 537 quilómetros da Via-Férrea da Integração Oeste-Leste, num leilão que decorreu sem concorrentes.

Mineira Bamin vence leilão de via-férrea estratégica no Brasil
Notícias ao Minuto

22:24 - 08/04/21 por Lusa

Economia Brasil

Num evento realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, a mineira, subsidiária do grupo Eurasian Resources Group (ERG), do Cazaquistão, fechou o contrato após oferecer 32 milhões de reais (4,8 milhões de euros), valor mínimo exigido pelo Governo brasileiro, presidido por Jair Bolsonaro.

A companhia também se comprometeu a investir 3,3 mil milhões de reais (500 milhões de euros), metade dos quais será destinada para a conclusão das obras do trecho ferroviário, já executadas em 80%.

O trecho de 537 quilómetros hoje leiloado liga as cidades de Ilhéus e Caetité, um importante polo mineiro e produtor de urânio, no Estado da Bahia (nordeste).

A expectativa das autoridades é que o trecho ferroviário comece a operar em 2025, quando poderão começar a ser transportados os grãos e os minérios da região de Caetité, onde a Bamin detém operações na Mina Pedra de Ferro.

O Governo pretende também realizar a concessão de outros dois trechos da Integração Oeste-Leste. Trata-se do segmento entre Caetité e Barreiras, também na Bahia e cujas obras já foram iniciadas, e do trecho entre as cidades de Barreiras e Figueirópolis, esta última no Estado do Tocantins (norte).

No total, serão 1.527 quilómetros de corredores ferroviários de transporte de carga, de acordo com o Ministério da Infraestrutura do Brasil.

O leilão de hoje soma-se ao realizado pelo Governo em 2019 do trecho central da Via-Férrea Norte-Sul, outro importante caminho de ferro que poderá futuramente ser conectado com a Leste-Oeste através do Estado do Tocantins.

A licitação hoje realizada faz parte do "Infra Week" (ou Semana da Infraestrutura, na tradução do termo para português), como o Governo batizou a ronda de importantes concessões que termina na sexta-feira.

Na quarta-feira, o executivo arrecadou cerca de 3,3 mil milhões de reais (500 milhões de euros) no leilão de 22 aeroportos distribuídos por três regiões do país.

O grupo brasileiro CCR conquistou a concessão da operação, por 30 anos, de dois blocos (centro e sul) com um total de 15 terminais, enquanto a francesa Vinci venceu a licitação para o bloco norte, que inclui sete terminais.

Na sexta-feira, por sua vez, está previsto leilão para a operação de quatro terminais no porto de Itaqui, no Maranhão, e outro no porto de Pelotas, no Rio Grande do Sul, nos quais estão previstos investimentos de 600 milhões de reais (90,3 milhões de euros).

Leia Também: Bolsonaro sob pressão antes da cimeira do clima

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório