Meteorologia

  • 20 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Companhia aérea brasileira Azul regista perdas de 1,6 mil milhões em 2020

A companhia aérea Azul, a terceira maior do Brasil, registou perdas de 10,8 mil milhões de reais (1,6 mil milhões de euros) em 2020, devido às restrições de mobilidade impostas pela pandemia de covid-19, foi hoje divulgado.

Companhia aérea brasileira Azul regista perdas de 1,6 mil milhões em 2020
Notícias ao Minuto

16:21 - 04/03/21 por Lusa

Economia Covid-19

Segundo o balanço financeiro da companhia aérea, no último trimestre do ano a empresa teve um resultado negativo de 317,4 milhões de reais (cerca de 47 milhões de euros), o melhor saldo desde o início da crise de sanitária.

Apesar da pandemia, a Azul reduziu as suas perdas em até seis vezes no último trimestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior, quando as perdas somaram 2,3 mil milhões de reais (cerca de 341 milhões de euros).

O lucro operacional bruto (Ebitda) da aérea brasileira entre janeiro e dezembro de 2020 caiu 92,7%, para 264 milhões de reais (39,1 milhões de euros).

"Há um ano tínhamos 2,3 mil milhões de reais em caixa (341 milhões de euros), sem expectativa de vacinas no horizonte e com apenas 70 voos por dia. Um ano depois temos 4 mil milhões em caixa (593 milhões de euros), 220 milhões de vacinas previstas para chegar nos próximos quatro meses e mais de 700 voos diários", disse o presidente da Azul, John Rodgerson, num comunicado.

Rodgerson expressou otimismo com a "posição competitiva" da empresa para 2021, principalmente quando o processo de vacinação acelerar no país, que regista o seu pior momento de pandemia e se aproxima da marca de 2 mil mortes diárias.

A companhia aérea destacou que a recuperação da procura doméstica no Brasil tem sido uma das mais rápidas do mundo e informou que a capacidade de voos domésticos da Azul em dezembro representou 91% do mesmo período do ano anterior.

A empresa também observou que no primeiro trimestre de 2021 espera ultrapassar a capacidade dos primeiros três meses de 2019.

Segundo o balanço da Azul, em 2020 a empresa transportou 5.088 passageiros, menos da metade do que em 2019 (10.907).

A Azul encerrou dezembro de 2020 com uma dívida bruta de 17,1 mil milhões de reais (2,5 mil milhões de euros), 4,5% a menos em relação ao terceiro trimestre do ano.

No entanto, a dívida bruta aumentou 14,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

O Brasil totaliza 259.271 vítimas mortais e 10.718.630 casos de infeção.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.560.789 mortos no mundo, resultantes de mais de 115,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Solução à vista. TAP vai emprestar quase três milhões à Groundforce

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório