Meteorologia

  • 03 MARçO 2021
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 21º

Edição

Wall Street perde mais de 2% entre alertas da Fed e agitação especulativa

Os três principais índices bolsistas de Wall Street fecharam hoje com perdas superiores a 2%, depois de uma sessão abalada pela Reserva Federal (Fed), que previu um enfraquecimento da recuperação da economia, e por agitações especulativas.

Wall Street perde mais de 2% entre alertas da Fed e agitação especulativa
Notícias ao Minuto

23:29 - 27/01/21 por Lusa

Economia Wall Street

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average desvalorizou 2,05%, para os 30.303,17 pontos.

Os outros índices recuaram mais, com o tecnológico Nasdaq a baixar 2,61%, para as 13.270,60 unidades, e o alargado S&P500 a perder 2,57%, para as 3.750,77.

Desde que foi divulgado o comunicado do comité de política monetária da Fed, em que se apontou um "enfraquecimento" da atividade nos últimos meses, os índices, que já evoluíam em terreno negativo, agravaram as suas perdas.

"Um longo caminho antes de uma plena recuperação económica", "perspetivas muito incertas": o presidente da Fed, Jerome Powell, temperou o otimismo ambiente, realçando que a primeira economia do mundo continuava suspensa dos desenvolvimentos da pandemia e do ritmo da vacinação.

"A Fed reconheceu que a recuperação económica enfraqueceu durante os últimos dois meses do ano passado", realçou Paul Ashworth, da Capital Economics.

O banco central dos EUA "manteve a sua linguagem, segundo a qual as compras de ativos vão continuar ao ritmo atual, até que se consigam novos progressos substanciais", notaram os analistas do Wells Fargo, sublinhando que à qualificação destes futuros progressos "faltava clareza".

A sessão já tinha começado em baixa, com os investidores a lidarem "com a recente subida das valorizações exacerbadas por uma especulação crescente", sublinharam os analistas da Schwab.

Em particular, mostraram-se preocupados com o frenesim em torno das ações do distribuidor de jogos vídeo GameStop, que hoje terminaram com uma valorização de 134%, ou as da AMC Entertainment Holdings, que progrediram 301% em relação a terça-feira.

A GameStop, uma cadeia de distribuição em dificuldades, é objeto desde há cinco dias de uma batalha entre fundos especulativos, que tinjam apostado na queda do título, e pequenos investidores, que o estão a defender.

Esta valorização das ações está a "pressionar os 'hedge funds'", que tinham apostado na sua baixa, "a ter de liquidar posições para obter financiamento" de forma a cobrir as suas apostas perdedoras, explicou Gregori Volokhine, de Meeschaert Financial Services.

Questionado sobre este ambiente de especulação bolsista, Jerome Powell escusou-se a comentar.

Na frente da macroeconomia, o Fundo Monetário Internacional voltou a lançar um sinal de alarme, ao divulgar as suas previsões mundiais, sobre um eventual "risco de correção dos mercados" bolsistas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório