Meteorologia

  • 25 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 23º

Edição

Horas de trabalho caíram quatro vezes mais do que na crise de 2009

A diminuição "sem precedentes" das horas de trabalho afetou 114 milhões de pessoas.

Horas de trabalho caíram quatro vezes mais do que na crise de 2009
Notícias ao Minuto

09:43 - 26/01/21 por Notícias Ao Minuto com Lusa 

Economia Horas de trabalho

A quantidade de horas de trabalho à escala mundial diminuiu 8,8% em relação ao quarto trimestre de 2019, o equivalente a 255 milhões de empregos a tempo inteiro, cerca de quatro vezes mais do que provocou a crise financeira mundial de 2009, de acordo com um relatório sobre o impacto da pandemia no mercado de trabalho, elaborado pelo Observatório da OIT

A diminuição "sem precedentes" das horas de trabalho afetou 114 milhões de pessoas.

"Houve uma saída do mercado de trabalho por não poder trabalhar, provavelmente devido às restrições da pandemia, ou porque as pessoas afetadas deixaram de procurar trabalho. A análise do desemprego, por si só, subestima drasticamente o impacto da Covid-19 no mercado de trabalho", indica a OIT.

Segundo o relatório, as perdas generalizadas provocaram também, uma diminuição de 8,3% nos salários provenientes do trabalho antes de se começarem a aplicar as medidas de apoio para garantir os ordenados, o que equivale a 3.700 milhões de dólares (3.959 milhões de euros), ou a 4,4% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

As mulheres, prossegue a OIT, foram mais afetadas que os homens pelas consequências da pandemia no mercado de trabalho. À escala mundial, a taxa de ocupação do trabalho das mulheres diminuiu cerca de 5%, enquanto na dos homens baixou 3,9.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório