Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2021
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Observatório da OIT traça três cenários para o emprego em 2021

O Observatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no relatório anual hoje divulgado, traça três cenários para a evolução do emprego -- um de referência, outro mais desfavorável e ainda um favorável.

Observatório da OIT traça três cenários para o emprego em 2021
Notícias ao Minuto

12:20 - 25/01/21 por Lusa

Economia Covid-19

O Observatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no relatório anual hoje divulgado, traça três cenários para a evolução do emprego - um de referência, outro mais desfavorável e ainda um favorável.

CENÁRIO DE REFERÊNCIA

Baseado nas estimativas de outubro de 2020 do Fundo Monetário Internacional (FMI), prevê-se uma perda de 3% nas horas de trabalho em todo o mundo em 2021, em comparação com o quatro trimestre de 2019. Tal é equivalente a 90 milhões de postos de trabalho a tempo inteiro.

CENÁRIO MAIS DESFAVORÁVEL 

Na hipótese de se alcançarem avanços lentos no processo de vacinação, prevê-se uma redução das horas de trabalho de 4,6%.

CENÁRIO MAIS FAVORÁVEL

Prevê-se uma redução de 1,3%. O controlo da pandemia, bem como o aumento da confiança dos consumidores e das empresas, propiciarão o caso hipotético mais favorável.

Segundo o relatório da OIT, em todos os cenários prevê-se que a quantidade de horas de trabalho nas Américas, Europa e Ásia diminua mais do dobro do que nas restantes regiões.

Nesse sentido, o Observatório a OIT deixa recomendações para a execução de políticas para mitigar a crise.

- Manutenção de políticas macroeconómicas flexíveis em 2021 e nos anos seguintes, na medida do possível, através de incentivos fiscais e a definição de medidas que fomentem os salários e o investimento;

- Formulação de medidas específicas destinadas a melhorar a situação das mulheres, jovens e os trabalhadores pouco qualificados que auferem uma remuneração baixa, entre outros grupos particularmente afetados.

- Prestação de assistência internacional a países de rendimento baixo ou médio, cujos recursos financeiros são insuficientes para realizar o processo de vacinação e promover a recuperação económica e do emprego.

- Adoção de medidas de apoio específicas destinadas aos setores mais afetados e fomento do emprego nos em que se registam avanços a um ritmo mais acelerado.

- Promoção do diálogo social para aplicar as estratégias de recuperação necessárias que permitam atingir economias mais inclusivas, justas e sustentáveis.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório