Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Bolsa inverte tendência e segue em alta alinhada com principais europeias

A bolsa em Lisboa segue em alta, invertendo a tendência da abertura, alinhada com a tendência das principais bolsas europeias.

Bolsa inverte tendência e segue em alta alinhada com principais europeias

Na quarta-feira, o índice de referência, o PSI20, encerrou com uma descida de 0,69% para 5.091,61 pontos, em contraciclo com a maioria das bolsas europeias.

Hoje, pelas 09:00, o PSI20 seguia a avançar 0,31% para 5.107,15 pontos, com nove ações em baixa, sete em alta e duas inalteradas.

A Sonae SGPS e a EDP Renováveis eram as ações que mais subiam, com ganhos de 2,27% e 1,06% para 0,70 euros e 23,75 euros, respetivamente.

O BCP avançava 0,45% para 0,13 euros, enquanto a Galp subia 0,11% para 9,27 euros.

A EDP permanecia inalterada nos 5,37 euros.

A Ramada Investimentos e a NOS seguiam em queda de 1,07% e 0,73% para 4,63 euros e 3,01 euros, respetivamente.

A Jerónimo Martins, por seu turno, seguia em queda de 0,61% para 14,68 euros.

Lisboa seguia alinhada com a tendência das principais bolsas europeias que abriram hoje em alta, com os investidores focados nos Estados Unidos, onde podem ser aprovados mais estímulos económicos.

Os investidores também continuam atentos ao avanço da pandemia e aos planos de vacinação e às consequências que podem ter a subida dos juros das dívidas soberanas a nível global.

Ainda que a subida dos juros da dívida soberana tenha começado nos EUA, depois da viragem do controlo do Senado para os democratas, a tendência já alastrou para a Europa, com os juros da dívida da Alemanha a 10 anos - considerada a mais segura da zona euro - a subirem.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,2151 dólares, contra 1,2165 dólares na quarta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em março abriu com tendência positiva no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 56,34 dólares, contra 56,06 dólares na quarta-feira e um novo máximo desde fevereiro de 2020, de 56,58 dólares em 12 de janeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório