Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

AHRESP vai propor ao Governo reforço dos apoios a fundo perdido

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) vai propor ao Governo medidas para proteger as empresas, face às novas restrições devido à pandemia, como o reforço dos apoios a fundo perdido, foi hoje anunciado.

AHRESP vai propor ao Governo reforço dos apoios a fundo perdido
Notícias ao Minuto

20:50 - 13/01/21 por Lusa

Economia Coronavírus

"A AHRESP vai enviar de imediato ao Governo uma proposta de novas medidas que visam proteger as empresas e o emprego nos próximos meses", lê-se no boletim diário da associação.

A proposta da AHRESP tem em vista, por exemplo, o reforço dos apoios a fundo perdido e a intensificação do programa de apoio às rendas.

Para a AHRESP, tendo em conta as novas restrições hoje anunciadas pelo primeiro-ministro, António Costa, perante o agravamento da pandemia de covid-19, "impõe-se um novo quadro de apoio às empresas de restauração, similares e do alojamento local".

As empresas de restauração, bares e cafés terão que voltar a fechar as portas, a partir de 15 de janeiro, funcionando apenas com 'take-away' e entregas ao domicílio.

O dever de recolhimento entra, novamente, em vigor e o teletrabalho passa a obrigatório, com coimas agravadas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.963.557 mortos resultantes de mais de 91,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.236 pessoas dos 507.108 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório