Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2020
Tempo
17º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

PSI20 segue em queda com BCP e Galp a pressionarem negociações

A bolsa de Lisboa seguia hoje a negociar em queda, mantendo a tendência da abertura, com as ações do BCP e da Galp a pressionarem as negociações.

PSI20 segue em queda com BCP e Galp a pressionarem negociações
Notícias ao Minuto

09:58 - 29/09/20 por Lusa

Economia PSI20

Na segunda-feira, o principal índice, o PSI20, pôs fim a um ciclo de sete sessões em queda e encerrou com o índice PSI20 a subir 2,33% para 4.088,54 pontos, acompanhando os ganhos expressivos das principais praças europeias.

Hoje, pelas 8:50, o PSI20, seguia novamente em queda de 0,58% para 4.064,91 pontos, com 13 ações negativas, três em alta e duas inalteradas.

A Pharol e os CTT lideravam as quedas, com perdas de 2,22% e 1,60% para 0,11 euros e 2,46 euros, respetivamente.

O BCP recuava 1,45% para 0,08 euros e a Galp descia 1,06% para 8,03 euros.

As ações da EDP seguiam também em queda de 0,17% para 4,16 euros.

A Ibersol e a Novabase eram as ações que mais subiam, com ganhos de 4,38% e 3,58% para 5,24 euros e 3,47 euros, respetivamente.

A Jerónimo Martins seguia também em terreno positivo, com os títulos a subirem 0,29% para 13,99 euros.

Lisboa seguia a tendência das principais bolsas europeias, que abriram hoje em baixa, com os investidores à espera da aprovação de um novo pacote de estímulos económicos nos Estados Unidos a curto prazo. 

Além de esperarem a aprovação de um novo pacote de estímulos orçamentais e com as dúvidas sobre a recuperação económica perante o crescente número de países que restringiram os movimentos de cidadãos para fazer frente à segunda vaga de covid-19, os investidores vão estar hoje pendentes do primeiro debate eleitoral entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, e do inquérito à confiança do consumidor do Conference Board.

Na Europa, os investidores aguardam hoje a publicação da taxa de inflação preliminar em setembro na Alemanha e o sentimento de confiança de setembro na zona euro.

Como pano de fundo, as tensões entre Washington e Pequim mantêm-se depois de no domingo um juiz federal norte-americano ter bloqueado a ordem de Donald Trump, de proibir as descargas da TikTok.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1671 dólares, contra 1,1656 dólares na segunda-feira e o máximo desde 15 de maio de 2018, de 1,1944 dólares, em 31 de agosto

O barril de petróleo Brent para entrega em novembro abriu com tendência descendente, a cotar-se a 42,20 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 42,43 dólares na segunda-feira e o máximo desde março, de 48,29 dólares, em 25 de agosto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório