Meteorologia

  • 01 OUTUBRO 2020
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Calçado português cria "montra digital" com milhares de produtos

O setor português do calçado lança na quinta-feira um portal 'online' com 10 mil produtos de 400 empresas, inserido no "maior investimento de sempre" feito na área digital, numa altura em que a pandemia condiciona a promoção internacional.

Calçado português cria "montra digital" com milhares de produtos
Notícias ao Minuto

09:00 - 16/09/20 por Lusa

Economia Calçado

"É a maior montra de calçado português alguma vez criada", assegura o presidente da Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS) em declarações à agência Lusa.

De acordo com Luís Onofre, trata-se de um projeto no qual a associação começou a trabalhar há vários meses, ainda antes da pandemia de covid-19, mas que o "período de exceção" hoje vivido a nível global, "com limitações sérias em matéria de viagens e mesmo da participação em eventos promocionais no exterior", torna ainda mais premente e atual.

O objetivo do Portal Portuguese Shoes, explica, é "oferecer aos clientes internacionais toda a informação sobre a oferta portuguesa nas áreas do calçado, componentes e artigos de pele", pretendendo assumir-se como "o mais completo portefólio digital da fileira do calçado em Portugal".

Com um total de 400 empresas associadas, a plataforma reunirá, até ao final do ano, mais de 10 mil produtos portugueses da fileira.

De cariz profissional, 'business to business', o portal permitirá aceder a informação síntese sobre as empresas, mas também aos respetivos 'showrooms', com "milhares de produtos, informação técnica especializada e outros dados relevantes relacionados com as empresas e as marcas".

"Nos próximos meses, o acesso a 'showrooms' virtuais e a fotos em 3D serão disponibilizados em grande escala", adiantou à agência Lusa Paulo Gonçalves, diretor de comunicação da APICCAPS.

Segundo referiu, o portal vai ainda fornecer informação sobre todas as marcas portuguesas de calçado que já estão à venda 'online', "promovendo dessa forma uma ligação mais efetiva e sistematizada entre as marcas e os consumidores finais".

"A comunicação e a promoção das nossas empresas é absolutamente fundamental para um setor que exporta quase toda a produção como o calçado. Em circunstâncias normais, participaríamos este ano em cerca de 60 eventos no exterior, o que não será possível, mas não vamos por isso abrandar a nossa atividade de promoção externa. Estamos é a diversificar investimentos", explicou.

Assim, até ao final de 2021 o setor pretende investir três milhões de euros no universo digital, no âmbito do projeto "Valorização da Oferta na Fileira do Calçado", apoiado pelo Compete 2020, "o maior investimento de sempre" feito nesta área e que prevê apoios às empresas na criação dos respetivos 'sites' e lojas 'online', elaboração de campanhas de 'marketing' digital e reforço da presença nas redes sociais.

"São novos tempos, novas abordagens, e nós queremos agarrar esta oportunidade. Isto não quer dizer que vamos retirar a importância às feiras, que para nós são absolutamente fundamentais, porque nos permitem contactar diretamente com os clientes, testar novos produtos e aumentar as exportações. As feiras continuam a ser importantes e queremos rapidamente voltar aos grandes palcos internacionais, quando for possível. Mas, simultaneamente, estamos a fazer este conjunto de investimentos para que o setor não abrande a sua atividade de promoção", salientou Paulo Gonçalves.

O lançamento do Portal surge enquadrado na estratégia do setor, no âmbito do Plano FOOTure 4.0, que se propõe tornar Portugal na "referência internacional da indústria de calçado, pela sofisticação e pela criatividade, reforçando as exportações portuguesas alicerçadas numa base produtiva nacional, sustentável e altamente competitiva, fundada no conhecimento e na inovação".

De acordo com o diretor de comunicação da APICCAPS, o investimento feito no Portal Portuguese Shoes "é relativamente reduzido no âmbito da estratégia global", sendo que será agora alocado à promoção da plataforma "o triplo do investimento" feito no seu desenvolvimento.

"Até ao final de outubro vamos estar numa fase de afinações. Vamos fazer ações de formação para o setor, para que todas as empresas saibam trabalhar com o portal. Precisamos que todas se envolvam, percebam a dinâmica e criem conteúdos, porque só assim poderemos ter verdadeiramente uma montra digital do calçado português", salientou.

Dados da associação apontam que, desde o início desde ano, mais de 80 empresas do setor já investiram no universo digital, seja através da associação a plataformas internacionais de prestígio, da criação de lojas 'online' ou de campanhas de 'marketing' digital.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório