Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

FECTRANS defende mais transportes públicos devido à limitação de ocupação

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) alertou hoje para a necessidade de haver uma oferta de transportes públicos superior a 100% em todo o país, devido à limitação de dois terços da capacidade, em contexto pandémico.

FECTRANS defende mais transportes públicos devido à limitação de ocupação
Notícias ao Minuto

17:32 - 15/09/20 por Lusa

Economia Coronavírus

"Pensamos que é preciso repor a 100%, mas efetivamente haveria necessidade de termos uma oferta ainda maior", afirmou o coordenador da FECTRANS, José Manuel Oliveira, em declarações à agência Lusa.

De acordo com o dirigente sindical, é necessário adaptar a oferta ao contexto atual de pandemia da covid-19.

"Nós verificámos, no período antes da pandemia, que muitos autocarros já andavam sobrelotados. Com a oferta a 100%, se é necessário limitar a oferta a dois terços para que haja a possibilidade de transporte de todas as pessoas, é preciso que haja mais autocarros", observou.

José Manuel Oliveira avisou ainda que a reposição de oferta de transportes públicos deve ser concretizada em todo o país e não apenas nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.

"Esta reposição de oferta não pode ser apenas vista no contexto das áreas metropolitanas, mas em todo o país, porque todo o país necessita de uma política de mobilidade, na qual as empresas rodoviárias privadas de passageiros têm um papel a cumprir", disse.

Na semana passada, o ministro do Ambiente e Ação Climática, João Matos Fernandes, no 'podcast' do PS "Política com Palavra", afirmou que o país passará a ter oferta plena nos transportes públicos para fazer face ao aumento da procura devido à reabertura das escolas, "mesmo sabendo que a procura vai ser inferior a esses 100%".

O primeiro-ministro apelou, no mesmo dia, às empresas das duas Áreas Metropolitanas para que, sempre que possível, adotem diferenciação de horários na entrada dos funcionários para evitar aglomerações de pessoas nos transportes públicos, onde as regras já em vigor se mantêm.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório